7 Indicadores de desempenho logístico para mensurar na sua empresa!

7 Indicadores de desempenho logístico para mensurar na sua empresa!

Na logística de uma empresa, as inúmeras questões internas que culminarão na entrega do produto ao cliente precisam ser monitoradas para que sejam efetivas. O uso de indicadores de desempenho logístico nesse cenário é indispensável. 

A busca por melhorias contínuas deve ser um objetivo já presente nos processos e só é possível quando é aliada a uma análise relevante de dados bem claros sobre o que funciona e o que não funciona nesse quesito. 

Os indicadores de desempenho logístico são formas de medição relevantes, que ajudam a entender quais os pontos fortes e fracos do processo de distribuição. 

Esses indicadores também impactam em outras áreas da empresa, como o marketing, a organização financeira, entre outros.

A seguir, descubra quais são os 7 principais indicadores de desempenho e como eles podem contribuir para o desempenho do seu negócio! 

O que são indicadores de desempenho logístico?

Em poucas palavras, os indicadores são métricas quantitativas que revelam a performance de uma metodologia de objetivos e estratégias, como aborda o blog Guia do TRC. 

Os indicadores de desempenho logístico são também chamados de Indicadores de Performance, Métricas de Desempenho ou KPIs (Key Performance Indicators).

Os KPIs são uma ferramenta de gestão que mensuram os resultados de determinado processo, oferecendo parâmetros de acompanhamento e comparação em diferentes períodos. 

Os resultados reais que eles demonstram facilitam bastante o trabalho de tomada de decisão por parte dos gestores, melhorando a eficácia dos planejamentos estratégicos.

Os indicadores de desempenho de logística são mais específicos que as métricas brutas, por exemplo. Isso porque, acompanham resultados específicos das atividades da empresa. 

Quanto mais específicas são as informações, maior será a sua capacidade de demonstrar dados e incentivar insights importantes.

Geralmente, os KPIs são definidos por executivos dentro da empresa, que detém as informações mais profundas de logística. A partir dos seus resultados, novas estratégias ou eventuais correções podem ser traçadas.

No próximo item, entenda como é feita a medição dos KPIs. 

Como são medidos os KPIs?

A forma com que os KPIs são medidos depende de qual é a sua estratégia de negócio. Ou seja, trata-se de um processo próprio e que precisa ser personalizado para cada perfil de necessidades de controle logístico.

Porém, existem alguns pontos principais para a definição de indicadores de desempenho logístico, como destaca o blog GS1, que são: o estoque, o transporte e a segurança da carga. 

O resultado da logística entre esses três pontos demonstra a eficiência organizacional, já que são o “produto” da empresa.

Por isso, ao se basear nesses três fatores, a empresa vai conseguir definir os indicadores de desempenho mais relevantes para acompanhar seus resultados.

É necessário também sempre considerar a estratégia adotada: por exemplo, se a ideia é aumentar a fidelização de clientes, o tempo médio de entrega é um indicador fundamental de se acompanhar.

Se o transporte é rodoviário, existem outros pontos essenciais a se considerar como indicadores de desempenho logístico: a taxa de atrasos, a taxa de incidentes com a carga, exatidão de rotas, etc.

Certos negócios preferem agrupá-los em três classes:

  • Indicadores de inputs (recursos necessários para a execução de tal processo);
  • Indicadores de processos (eficiência dos processos e sua real produtividade);
  • Indicadores de outputs ou de resultados (eficácia de métodos).

Portanto, é evidente que os KPIs diferem entre si e revelam muitas fragilidades que os gestores poderiam nem ter considerado. Lembre-se: é fundamental que os índices sejam facilmente entendidos e altamente relevantes para o negócio. 

Confira, no item seguinte, os fatores que tornam os indicadores de desempenho logístico tão relevantes. 

Por que utilizar esses indicadores?

Além dos motivos que já foram mencionados, vale ressaltar que os KPIs são relevantes em diversos pontos organizacionais. A avaliação e comparação constante desses indicadores melhoram significativamente a performance da empresa. 

Seus resultados também energizam a força de trabalho. São comuns sistemas de incentivos com a implementação de KPIs em vários negócios. Saber os resultados dos processos que vivenciam todos os dias é uma excelente forma de motivar a equipe.

Esses índices ou KPIs também proporcionam contexto dentro da empresa, por exemplo, benchmarks, metas, etc. 

Quais os 7 principais indicadores de desempenho logístico?

Quais os 7 principais indicadores de desempenho logístico?

Entre os indicadores de desempenho logístico de maior relevância, destacam-se:

1 Status de serviço de entregas

Esse é um indicador de desempenho muito importante, que mede o cumprimento dos prazos de entrega, que representa um dos principais pontos da logística. 

Ele considera o tempo que a carga levou para chegar ao cliente, contando a partir do momento em que o caminhão saiu para transporte.

É possível analisar também se o pedido foi entregue em sua totalidade ou parcialmente. Com esse indicador, é possível identificar os principais problemas com as entregas, separando por regiões e buscando soluções para atrasos.

2 Índice de ocorrências

Ocorrências são registros de eventos não planejados, como avarias, extravios, trocas ou devoluções. 

Esse índice de avaliação ainda pode ser segmentado, identificando as causas de cada ocorrência. 

Ele não pode deixar de ser mensurado, pois ocorrências sempre geram um aumento de custos e desperdício de tempo, além de comprometerem a produtividade e satisfação do cliente. 

3 Tempo de ciclo do pedido

Em muitos casos, é também chamado de Lead Time, pois a sua medição é relativa ao tempo que um pedido leva para ser concluído. 

Segundo o blog eSales, ele abrange todo o processo e é também essencial, pois mostra de modo eficaz onde estão ocorrendo atrasos.

Isso melhora o controle de estoque, de oferta, transporte e outros processos. 

4 Percentual de cargas rastreáveis

Esse indicador leva em consideração a razão entre o número de cargas rastreáveis e o total de itens que foram despachados durante mesmo período. 

Ele ajudar a compreender o grau de automatização do transportador, além de compreensão da confiabilidade do serviço.

Por exemplo, uma empresa respeitável não deve confiar em uma análise onde o serviço de um transportador demonstra apenas 40% das suas cargas com possibilidade de rastreamento. 

A clareza das medições é essencial para decisões operacionais e segurança da carga. 

5 Nível médio de estoque

Esse é um dos mais importantes indicadores de desempenho para uma empresa. Esse KPI indica qual é o nível médio do estoque durante um determinado tempo, em relação a uma determinada categoria de produto, etc.

6 Acuracidade de inventário

Esse medidor está relacionado à organização do estoque e, quanto maior o percentual, maior é a coerência entre as informações do estoque físico e contábil.

Para elaborar esse indicador, é preciso avaliar o resultado do balanço de estoque para saber a incidência de falhas e ocorrências.

7 Custos logísticos da empresa

Esse custo consiste na soma de todos os gastos que a empresa precisa fazer em suas operações – desde a manufatura até entrega do pedido. 

Isso inclui os custos do estoque e inventário, de transporte, processamento de pedidos, impostos, taxas aduaneiras, etc.

No geral, esse indicador costuma ser dividido em vários recortes e setores, para facilitar o entendimento dos gestores. Alguns dos recortes mais comuns são os custos internos, externos e por produto.

Você já conhecia os principais indicadores de desempenho logístico? A sua empresa já adota esse tipo de controle? Quer ficar por dentro de ainda mais dicas e informações importantes como essas? Então clique abaixo e se inscreva em nossa newsletter!

Cadastro newsletter DC Logistics Brasil

Compartilhe nas Redes Sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn

Notícias Mais Lidas

Categorias

Assine a nossa Newsletter

Conheça nossos e-books

Pular para o conteúdo