Você sabe o que são os blank sailings e por que eles acontecem?

Você sabe o que são os blank sailings e por que eles acontecem?

O conceito de blank sailings deve ser muito bem compreendido por quem lida com o transporte internacional de mercadorias via rotas marítimas.

É de conhecimento geral que o comércio exterior é repleto de desafios e peculiaridades decisivas para o sucesso das operações – mas esse fato exige ainda mais atenção quando tratamos da relação entre as empresas, armadores e portos. 

Em poucas palavras, blank sailing é quando um porto não pode receber determinada embarcação dentro de sua rota prevista. 

Ao não compreender os fatores que motivam esse tipo de situação, bem como suas consequências diretas, as empresas podem ser pegas de surpresa com sérios prejuízos e atrasos comprometedores para todas as suas operações logísticas!

Para que você não tenha nenhum problema nesse sentido em suas importações ou exportações, a seguir, entenda melhor o conceito de blank sailing, saiba porque ele ocorre e descubra quais são os seus principais impactos para os embarques. 

O que são blank sailings?

O termo blank sailing, como mencionamos anteriormente, é utilizado no comércio exterior para comunicar o cancelamento da atracação de um navio na escala de determinado porto, alterando parcialmente ou totalmente a sua rota. 

Esse tipo de situação ocorre por escolha do próprio armador e pode também caracterizar o cancelamento de determinados serviços que englobam os demais portos presentes na rota do navio. 

Os armadores trabalham com rotas baseadas em sequências de escalas pré-definidas. Veja um caso prático: Manzanillo> Port of Spain> Manaus> Vila do Conde> Cartagena> Manzanillo. 

Ao fim dessa trajetória, a viagem é finalizada e uma nova rota é estabelecida. Assim, as viagens ocorrem suscetivelmente ao fim de cada conjunto de escalas. 

Quando o blank sailing ocorre, um dos portos previstos na rota, conforme o exemplo, não poderá receber o navio, fazendo com que esse caminho mude apenas em relação ao porto fechado ou mesmo inteiramente, dependendo da viabilidade. 

Isso quer dizer que, quando essa situação ocorre, a carga pode ser reprogramada para o próximo porto previsto na rota ou ainda somente na próxima viagem do navio. 

Os blank sailings são motivados por causas financeiras e operacionais. No próximo item, entenda melhor essas situações!

Por que eles ocorrem?

O blank sailing geralmente ocorre quando a demanda por espaços no navio em questão é muito baixa. 

Nesses casos, os armadores cancelam a viagem programada para a embarcação a fim de acumular cargas para o próximo navio. 

Essa é uma maneira de garantir que os espaços dedicados para o transporte das mercadorias estejam sempre cheios, fazendo com que os fretes continuem com uma faixa de preço elevada e suas taxas permaneçam quando houver menos travessias.

Os blank sailings são especialmente comuns depois da Golden Week e do Ano Novo Chinês, período em que as fábricas estão fechadas e a demanda por navios é baixa. 

Como nenhuma carga é enviada para os portos, não há volume suficiente para a saída dos navios na semana seguinte aos feriados, motivando os armadores à prática.

O blog Flexport também aponta que blank sailings no âmbito comercial podem ocorrer quando as operadoras estão alterando o seu número semanal de viagens. 

Por exemplo: se a transportadora deseja reduzir a rota Shenzhen> LA, como o próprio site exemplifica, de 10 travessias semanais para apenas 5, todo esse período de transição será marcado por blank sailings. 

Agora que você já sabe porque os blank sailings ocorrem, no item seguinte, entenda melhor como eles afetam os embarques e a logística das empresas!

Como esse tipo de situação afeta os embarques?

Quando uma carga foi reservada para uma partida que sofreu com blank sailing, sua saída será remarcada para avançar na próxima partida disponível. 

Como destaca o blog UXComex, o principal desafio nesses casos é que os importadores e exportadores saibam lidar com o lead time, respeitando o correto ciclo de compra e de venda das mercadorias em questão. 

Isso exige que as empresas que atuam no comércio exterior tenham um bom planejamento de recuperação e também de execução, minimizando as consequências financeiras e de prazos geradas pela omissão.  

Uma cultura sólida de análise de riscos também é indispensável para lidar com esse tipo de caso, já que isso ajuda a antever eventuais blank sailings e contribui para estabelecer os melhores parâmetros possíveis para lidar com eles. 

O ideal é contar com um bom operador logístico, que manterá você e seu negócio atualizados sobre o status da carga e garantirá que a programação seja ajustada da forma mais alinhada às suas necessidades!

Você já conhecia o conceito de blank sailing? Seu operador lida bem com esse tipo de situação? Quer um serviço de ponta para evitar as consequências? Então clique abaixo, solicite uma cotação de frete conosco e saiba como podemos ajudá-lo!

Solicite uma cotação

Compartilhe nas Redes Sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn

Notícias Mais Lidas

Categorias

Assine a nossa Newsletter

Conheça nossos e-books

Pular para o conteúdo