BLOG DC / Novos módulos do Comex Vis facilita acesso aos dados de principais produtos importados e exportados pelo Brasil

Novos módulos do Comex Vis facilita acesso aos dados de principais produtos importados e exportados pelo Brasil

A ferramenta interativa de dados de Comércio Exterior do Ministério da Indústria Comércio Exterior e Serviços (MDIC) está com novidades. O chamado Comex Vis agora tem novos módulos de visualização dos Principais Produtos Exportados (PPE) e dos Principais Produtos Importados (PPI). Os dados, que até então eram oferecidos em planilhas de Excel, agora estão disponíveis numa plataforma gráfica mais simples e interativa, que permite uma análise direta da informação. É possível encontrar séries históricas dos principais produtos comercializados pelo país, por valor, peso e preço.

Os módulos permitem também que o usuário identifique de maneira rápida os países de origem ou de destino das mercadorias selecionadas e as Unidades da Federação que exportam ou compram aquele item. É possível saber ainda a participação das mercadorias na pauta exportadora ou importadora e a posição que ela ocupa no ranking de vendas externas ou compras do Brasil.

O Comex Vis foi lançado pela Secretaria de Comércio Exterior do MDIC em 2016. O objetivo principal é tornar o acesso aos dados de Comércio Exterior mais intuitivo e transparente. Trata-se de um projeto de baixo custo, desenvolvido por servidores do MDIC e baseado em uma plataforma livre.

Mais sobre o Comex Vis

A ferramenta apoia ações de incentivo às exportações nos estados e funciona como instrumento de inteligência comercial, associado à etapa da trilha de internacionalização para as empresas com potencial exportador.

Além dos módulos de Principais Produtos Exportados e Principais Produtos Importados, o Comex Vis apresenta outros cinco recortes: Brasil (Geral), Blocos e Continentes, Países Parceiros, Unidades da Federação e Municípios.

O Comex Vis é responsivo, o que permite leitura em smartphones e tablets igualmente. A intenção é seguir desenvolvendo essa ferramenta. As evoluções são orientadas pelo feedback dos usuários das estatísticas de Comércio Exterior.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.