BLOG DC / Faltam duas etapas para Coreia do Sul importar carne suína de SC

Faltam duas etapas para Coreia do Sul importar carne suína de SC

A importação da carne suína de Santa Catarina pela Coreia do Sul foi reafirmada na manhã desta segunda (11) pelo diretor da Agência de Quarentena Animal e Vegetal (Qia), órgão de controle sanitário do país, informou o governo do estado. Duas etapas ainda estão faltando para finalizar negociações, conforme administração.

Bong-Kyun Park reforçou a decisão governamental durante uma reunião com uma comitiva catarinense liderada pelo governador Raimundo Colombo na cidade de Gimcheon.

Segundo Park, questões administrativas ainda precisam ser finalizadas entre os Ministérios da Agricultura da Coreia do Sul e do Brasil.

Duas etapa finais

Conforme, o governo do estado, esta é a primeira vez que a Coreia do Sul importa carne suína de uma região e não de um país.
As negociações compreendem oito etapas, das quais ainda faltam duas, que são a inspeção e habilitação dos frigoríficos catarinenses e a negociação comercial entre os dois países.

Ainda de acordo com o governo de Santa Catarina, o estado tem um rebanho de sete milhões de suínos e mais de 200 milhões de aves.
Durante o evento, Colombo falou sobre as 63 barreiras terrestres de controle sanitário que operam 24 horas na fronteira entre o Paraná e o Rio Grande do Sul e o fato de o estado ser o único do Brasil livre de febre aftosa sem vacinação e também de peste suína clássica, com certificação da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

 

Fonte: G1

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.