Indústria do calçado produzirá 857 milhões de pares em 2024

Depois de números surpreendentes no ano de 2022, quando a indústria do calçado do Brasil conseguiu o melhor resultado dos últimos 12 anos, terminamos 2023 em queda.

No entanto, esse cenário já era previsto pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), uma vez que se observou um desaquecimento na economia global, em função da:

  • desaceleração econômica dos Estados Unidos e Europa,
  • altas taxas de juros,
  • inflação recorde nesses dois importantes mercados.

Em 2023, os Estados Unidos foi o principal mercado do segmento calçadista brasileiro, seguido pela Argentina e na sequência pela França.

Para o ano que se inicia, tudo indica que teremos crescimento, tanto na produção como também nas exportações da indústria do calçado.

O crescimento da indústria do calçado no Brasil

Como vimos, no ano de 2023 tivemos uma queda nas exportações brasileiras na indústria do calçado.

De acordo com a Abicalçados, as vendas externas somaram US$ 1,16 bilhão, sendo 118,34 milhões de pares de calçados exportados.

Isso significou na balança comercial uma queda de 16,6% em volume e 10,8% em receitas, quando comparado aos resultados obtidos no ano anterior.

Além do desaquecimento da economia em todo o mundo, a retomada da produção chinesa aumentou a concorrência internacional, impactando o mercado.

No entanto, a mesma Associação apresenta previsões otimistas para 2024, onde a produção desse segmento deverá atingir 857 milhões de pares e as exportações deverão chegar a 125 milhões de calçados vendidos.

Esse resultado confirma e mantém o Brasil como o quinto maior produtor desse segmento no mundo, ficando apenas atrás da China, Índia, Vietnã e Indonésia.

Os mercados-alvo da indústria do calçado

A indústria do calçado se organiza e vem desenvolvendo um sério trabalho voltado a melhorar os resultados das exportações.

Para isso, a Abicalçados e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), em conjunto com os empresários do segmento, desenvolveram um programa de internacionalização do setor calçadista.

Para isso, um plano para o biênio 2024/2025 foi desenvolvido, onde foram definidos mercados-alvo para serem trabalhados, visando melhorar os resultados e conquistar espaço com os calçados brasileiros nos seguintes países:

  • Estados Unidos,
  • Colômbia,
  • Chile,
  • Emirados Árabes Unidos,
  • Alemanha,
  • Angola.

A partir dessa definição, ações passaram a ser tomadas visando viabilizar uma aproximação entre as empresas brasileiras e os compradores desses países.

Essa escolha dos países considerou o histórico e a potencialidade de cada mercado, onde nossos produtos já são conhecidos e existe uma resposta positiva a esse respeito.

Como aproveitar o crescimento dessa indústria?

Se você é um empreendedor da indústria do calçado deve estar atento às oportunidades que surgem, onde a exportação pode fazer toda a diferença para o sucesso do seu empreendimento.

Busque mais informações, conheça detalhes das ações que já estão sendo tomadas e conte com um parceiro qualificado para cuidar de todas as fases que envolvem a logística internacional.

O modal aéreo é o recomendado para esse tipo de negócio, portanto, é importante ter o apoio da DC Logistics Brasil.

Somos uma empresa especializada no assunto que cuida de todos os processos envolvendo a exportação.

Para ajudá-lo ainda mais a esse respeito, disponibilizamos um conteúdo especialmente voltado à indústria do calçado, apresentando detalhes e trazendo dicas importantes para que sua empresa aprenda a iniciar esse processo!

Compartilhe nas Redes Sociais

Facebook
Twitter
LinkedIn

Notícias Mais Lidas

Categorias

Assine a nossa Newsletter

Conheça nossos e-books

Pular para o conteúdo