BLOG DC / 10 pontos que você precisa saber sobre a logística automotiva!

10 pontos que você precisa saber sobre a logística automotiva!

10 pontos que você precisa saber sobre a logística automotiva!

É fato que o setor automobilístico opera com produtos de alto valor agregado e atende consumidores exigentes. Com isso, existe a necessidade de contar com um planejamento estratégico ágil para suprir todo o ciclo produtivo. Ou seja, a logística automotiva precisa ser estruturada.

Nesse contexto, elaboramos um conteúdo para apontar os 10 pontos principais sobre a logística automotiva que você deve ficar por dentro, para garantir processos mais assertivos e eficientes neste setor. Confira!

1. Documentação necessária para realizar a logística automotiva

Assim como no procedimento para exportar alimentos, por exemplo, o processo da logística automotiva exige documentos e notas que devem acompanhar as mercadorias desde o envio por parte do fornecedor até a chegada ao consumidor final. 

Então, para evitar problemas logísticos, os principais documentos necessários são:

  • Nota Fiscal Eletrônica (NF-e);
  • Documento Auxiliar de Nota Fiscal (DANFE);
  • Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e);
  • Documento Auxiliar de Conhecimento de Transporte Eletrônico (DACTE);
  • Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e);
  • Documento Auxiliar de Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (DAMDFE);
  • Certificado de Registro e Licenciamento Veicular (CRLV);
  • Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Cargas (RCTR-C).

2. Compromisso com o atendimento dos prazos

Uma das principais características do setor automotivo é a necessidade de atendimento dos prazos para abastecimento de suas linhas de montagem. E isso exige o cumprimento de prazos definidos por parte dos operadores logísticos.

Para que tudo ocorra dentro do prazo, os operadores logísticos também devem investir constantemente em capacitação dos profissionais envolvidos em todas as etapas no processo.

3. Legislação que integra a logística no setor automotivo

Uma das principais leis que envolvem a operação logística no setor automotivo é a Lei nº 13.755, de 10 de dezembro de 2018 (conversão da Medida Provisória nº 843, de 5 de julho de 2018). Ela:

  • Estabelece requisitos obrigatórios para a comercialização de veículos no Brasil;
  • Institui o Programa Rota 2030 – Mobilidade e Logística;
  • Dispõe sobre o regime tributário de autopeças não produzidas.

4. A logística automotiva requer serviços inteligentes e sistemas avançados de tecnologia

Para atender o setor automotivo, os operadores logísticos devem fornecer serviços inteligentes e sistemas avançados de tecnologia. 

O objetivo disso é desenvolver um processo de armazenamento assertivo e eficaz, garantir extrema agilidade à operação e adaptar-se à produção. Afinal de contas, ninguém quer arcar com rigorosas multas por causar transtornos na produção desse setor, por exemplo.

5. Redução de custos dos processos

10 pontos que você precisa saber sobre a logística automotiva!

A logística automotiva pode atuar como fator chave na redução de custos dos processos, mas para que isso seja possível, é necessário:

  • Trabalhar com operadores logísticos mais flexíveis e com experiência no setor;
  • Utilizar rotas estratégicas;
  • Ter boa localização;
  • Utilizar softwares de gestão para auxiliar no controle dos processos com praticidade.

Deste modo, a logística consegue aumentar a produtividade na indústria automotiva, promovendo a redução de custo do trabalhador/hora, por exemplo, e também o crescimento do volume de materiais liberados em curto prazo.

6. Efeito borboleta na logística automotiva

Existe um fenômeno bastante conhecido no setor de logística automotiva, que também é bastante temido pelos empreendedores do segmento, é o chamado efeito borboleta.

Basicamente, rapidez e eficiência são imprescindíveis quando se fala de logística do setor automotivo.

No entanto, uma pequena mudança em algum ponto da cadeia de suprimentos pode gerar consequências impactantes para todo o negócio incluindo perda de clientes, prejuízos na reputação da organização e lucratividade prejudicada em valores altíssimos. 

Logo, é necessário investir em soluções para evitar esse efeito em empresas do setor. Desde tecnologia à garantia de processos devidamente estruturados, para que tudo se mantenha dentro dos conformes, com qualidade e dentro do prazo.

7. Parcerias são fundamentais para o sucesso das operações logísticas automotivas

As parcerias realizadas com operadores logísticos são fundamentais para o sucesso da logística automotiva. 

Uma vez que o objetivo, dentre outros fatores, é a redução do tempo de entrega, na hora de escolher seus parceiros é necessário considerar:

  • Agilidade e eficiência full time nas operações;
  • Proximidade com o cliente;
  • Localização estratégica;
  • Excelência em gestão de estoque;
  • Rastreabilidade;
  • Segurança;
  • Gerenciamento de riscos;
  • Informações precisas e controladas.

Vale ressaltar ainda, que uma das mais atuais tendências apontam para a concentração das operações em um único parceiro, que seja capaz de integrar todas as pontas da cadeia logística e controlar os custos. 

Outra tendência tem a ver com a personalização das soluções adaptadas ao setor automotivo, integradas, intermodais, que procuram entender em detalhes a demanda do cliente. Isso mantendo sempre a melhor relação com os custos, visando um melhor diferencial perante a concorrência.

8. Embalagem

Para serem deslocadas e transportadas com a devida proteção, as peças e demais cargas do setor automotivo requerem embalagens adequadas. As embalagens de proteção ajudam a evitar avarias causadas por transporte, movimentações internas, entre outras ações realizadas.

Logo, é preciso utilizar embalagens que sejam capazes de acomodar e proteger adequadamente cada item, além de seguir as exigências e características distintas e particulares de cada produto e empresa.

Para a execução dessa tarefa, é comum usar desde sacos altamente reforçados, bem como caixas feitas de materiais resistentes até racks próprios para o transporte de peças automotivas, por exemplo.

9. Comércio exterior e o setor Automotivo

Para firmar a importância e relevância dos fatores citados neste conteúdo, é interessante ressaltar que, segundo o Ministério da Economia, o setor automotivo tem importante participação na estrutura industrial mundial. No Brasil, representa cerca de 22% do PIB industrial. 

Devido aos seus encadeamentos, é um setor cujo desempenho pode afetar significativamente a produção de vários outros setores industriais. 

Logo, entende-se porque a logística automotiva precisa ser tão bem estruturada e estar de acordo com os pontos já citados neste artigo.

10. Setor automotivo no Brasil

Também de acordo com dados do Ministério da Economia, a indústria automobilística brasileira, em grandes números, pode ser assim resumida:

  • 31 fabricantes (veículos e máquinas agrícolas e rodoviárias); 
  • 590 fabricantes de autopeças; e 5592 concessionárias (2017);
  • 67 unidades industriais em 11 estados e 54 municípios;
  • Capacidade produtiva instalada de 5,05 milhões de unidades de veículos, e de 109 mil unidades de máquinas agrícolas e rodoviárias;
  • Faturamento (incluindo autopeças), em 2015, de U$ 59,1 bilhões;
  • Investimentos, no período 1994-2012, de U$ 68,0 bilhões;
  • Produção acumulada de veículos montados, no período 1957-2016, de 75,8 milhões de unidades de veículos, e 2,6 milhões de máquinas agrícolas e rodoviárias, no período 1960-2016;
  • Exportações de U$ 17,9 bilhões e importações de U$ 17,8 bilhões em 2016 (incluindo autopeças);
  • Empregos diretos e indiretos totalizando 1,3 milhão de pessoas;
  • Participação de 22,0% no PIB Industrial e de 4,0% no PIB Total (2015);
  • Geração de U$ 39,7 bilhões de tributos, em 2015, entre IPI, ICMS, PIS, COFINS e IPVA;
  • Ranking mundial em 2016: 10º maior produtor e 8º mercado interno.

E então?

Neste conteúdo apresentamos 10 pontos principais para saber acerca da logística automotiva. Esperamos que o conteúdo possa ajudá-lo nas operações do seu negócio, mas em caso de dúvidas, fique à vontade para entrar em contato conosco.

E para ir além e tornar os processos logísticos ainda mais assertivos na sua empresa, acesse: Entenda a importância do follow-up regular para a qualidade da sua logística.