Posts

Importação de painéis solares: descubra como fazer e quais são os incentivos fiscais envolvidos!

A energia solar é uma das maiores tendências para o futuro. Só no Brasil, o crescimento tem sido exponencialmente grande nos últimos anos. Inclusive, em 2017, nosso país entrou pela primeira vez no top 10 de investidores mundiais em energia solar. 

Diante deste avanço do mercado brasileiro na produção de energia solar, se você tem interesse em investir na área, precisa entender mais sobre a importação de painéis solares.

Continue a leitura para saber quais cuidados devem ser tomados neste tipo de importação, documentação necessária, incentivos fiscais e outras informações essenciais sobre a importação de equipamentos para geração de energia solar!

Importação de painéis solares e a NCM

O Brasil integra o Mercosul e desde 1996 os países membros adotaram a Nomenclatura Comum do MERCOSUL (NCM) para classificar os produtos relacionados à importação.

A base desta convenção é o Sistema Harmonizado (SH). Se trata de uma nomenclatura aduaneira, utilizada internacionalmente para padronizar a classificação dos produtos de importação e exportação.

Estes códigos são fundamentais, porque facilitam as negociações comerciais e o crescimento do comércio no mundo todo. Além de garantir que os procedimentos sejam feitos de maneira correta.

Mas, por que é importante saber disso? Porque para importar equipamentos fotovoltaicos, principalmente se for da China, as mercadorias devem ter obrigatoriamente a indicação do NCM. Além disso, o produto a ser importado também deve ter o selo do INMETRO

O INMETRO é o órgão responsável por desenvolver mecanismos para melhorar a qualidade de produtos e serviços. Dentre alguns dos programas coordenados por este ele, está o PBE – Programa Brasileiro de Etiquetagem.

O PBE, por sua vez, estabelece os requisitos de desempenho e segurança dos produtos, além de abordar a eficiência energética.

Cuidados ao fazer a importação de equipamentos fotovoltaicos

É fundamental se manter informado sobre o que falamos no tópico anterior. Porque apenas produtos que tem a Etiquetagem do INMETRO e estão no PBE têm a sua importação autorizada por meio de Licenças de Importação (LI).

A LI é emitida antes do embarque no país de origem, no Siscomex (Sistema Integrado de Comércio Exterior). Então, para que tudo saia dentro do planejado na hora de importar placas solares, é preciso:

  • Solicitar a etiquetagem
  • Contratar um laboratório para os ensaios
  • Providenciar a documentação da etiquetagem
  • Realizar os ensaios
  • Esperar a aprovação do Inmetro para o uso da etiqueta e registrar os produtos
  • Se responsabilizar pela manutenção e renovação dos registros dos produtos.

Estes são apenas alguns dos passos a serem seguidos para realizar a importação de painéis solares. Mas, a seguir, iremos mostrar como tudo isso pode ser mais prático, continue acompanhando!

Cotação de frete para painéis solares

Incentivos fiscais para a importação de painéis solares

Com o objetivo de impulsionar os negócios neste momento em que a desvalorização do real frente ao dólar aumenta custos de componentes para geração de energia solar, o governo brasileiro resolveu oferecer um incentivo a este setor.

Segundo o Diário Oficial da União, o governo brasileiro decidiu incluir vários equipamentos de energia solar em uma lista de bens de capital, onde os impostos de importação estão zerados até o final de 2021. 

Com isso, a Câmara de Comércio Exterior (Camex), do Ministério da Economia, adicionou na lista dos chamados “ex-tarifários”, uma dezena de módulos fotovoltaicos para energia solar. Além disso, mais produtos com imposto zerado foram adicionados:

  • Inversores e outros acessórios, como componentes dos chamados “trackers” – que possibilitam que os painéis de uma usina acompanhem o movimento do sol ao longo do dia, para maximizar a produção
  • Dezenas de modelos de módulos solares, incluindo monocristalinos e bifaciais
  • Alguns tipos de inversores trifásicos – para sistemas fotovoltaicos e componentes utilizados nos trackers, como unidades de controle
  • Bombas para líquidos usadas em sistemas de irrigação movidos com energia solar.

Qual a forma de transporte mais adequada para a importação destes equipamentos?

Qual a forma de transporte mais adequada para a importação destes equipamentos?

O transporte marítimo é o mais recomendado, eficiente e também o mais popular para realizar a importação de painéis solares. Isso porque, esse tipo de modal favorece soluções flexíveis e diversificadas para comportar de forma segura este tipo de carga.

Além de que, as companhias marítimas atendem melhor a necessidade de negociação para transportes de grandes volumes. 

No caso dos equipamentos fotovoltaicos, tratam-se de placas grandes que, juntos aos seus acessórios, precisam de uma alocação devidamente cuidadosa dentro dos contêineres no navio, a fim de manter a integridade dos equipamentos.

Tendências para o futuro

De acordo com o site G1, as instalações de geração solar têm crescido rapidamente no Brasil nos últimos anos e já respondem por cerca de 3 gigawatts em potência instalada, considerando as grandes usinas.

No entanto, segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), esta fonte de energia renovável representa atualmente pouco menos de 2% da capacidade em operação no país. Mas, com enorme potencial de expansão nas próximas décadas.

De acordo com os dados de um levantamento feito pela Greener, sobre o mercado fotovoltaico, as importações de módulos fotovoltaicos da China pelo Brasil cresceram consideravelmente no último ano.

E então?

Neste conteúdo apresentamos um amplo leque de informações acerca da importação de painéis solares, desde os cuidados e documentações necessárias, até as facilitações fiscais que têm sido atribuídas no procedimento de importação deste tipo de equipamento.

Uma forma de otimizar esse processo e ter mais sucesso na importação e distribuição de painéis solares é contando com a parceria de uma empresa de logística especializada. 

Nós da DC Logistics Brasil trabalhamos com este tipo de importação, garantindo suporte do início ao fim. 

Então, se você precisa de ajuda para efetuar a importação de equipamentos fotovoltaicos com segurança, eficiência e qualidade em todas as etapas, clique abaixo, entre em contato conosco e solicite uma cotação de frete!

Cotação de frete para painéis solares

Aviões Charter são opção para embarque de materiais de combate ao COVID-19!

Aviões Charter são opção para embarque de materiais de combate ao COVID-19!

Não é novidade que toda a crise gerada pelo covid-19 tem afetado as atividades cotidianas de diferentes segmentos do mercado. 

No setor logístico, essas dificuldades são ainda mais marcantes, já que até as movimentações mais corriqueiras e seus respectivos serviços foram limitados, seja para impedir a propagação da doença ou ainda por consequências financeiras. 

Mesmo com a retomada gradativa de certos segmentos, as companhias aéreas ainda sofrem para manter a regularidade de suas movimentações – e é nesse ponto que a personalização da aviação Charter se torna ainda mais vantajosa! 

A seguir, entenda o conceito dos voos Charter, como esse tipo de serviço funciona, quais as suas principais vantagens frente à crise do covid-19 e quais pontos devem ser considerados em sua contratação. Continue a leitura!

O que são voos Charter?

Os voos do tipo Charter são aqueles que contam com um modelo de operação não regular, ou seja, que não segue os horários pré-determinados e os cronogramas comuns das companhias aéreas. 

Como destaca o Instituto Brasileiro de Aviação, em matéria especial sobre o tema, a aviação Charter é feita com horários moldados em relação à demanda dos aeroportos, ocupando geralmente seu tempo ocioso. 

Assim como é possível contratar o aluguel de um carro através de uma empresa especializada, por exemplo, os voos Charter funcionam quando uma empresa, ou até certo grupo de pessoas, aluga a aeronave de um negócio especializado nesse serviço. 

Ao contrário das empresas aéreas comuns, as operações Charter não contam com horários e destinos fixos de operação. Elas podem, inclusive, oferecer apenas um único voo para certo destino, somente na ocasião em que foram contratadas. 

Esse tipo de modelo pode ser utilizado tanto para viagens de lazer, por indivíduos ou empresas de turismo que querem evitar os destinos e horários oficiais das companhias aéreas, ou ainda para otimizar o transporte de cargas em operações logísticas

Como funciona esse tipo de serviço?

De acordo com o site Aeroflap, os serviços Charter podem ser prestados por qualquer empresa devidamente regularizada para essa finalidade.

No segmento de transporte de passageiros, é comum que companhias de turismo contratem serviços de aviação Charter para que os horários de voos se adaptem aos seus cronogramas e com o número desejado de clientes transportados. 

Para a movimentação de cargas, a vantagem está na personalização do serviço. Além de melhores horários e rotas mais específicas, o Charter também garante que o espaço adequado seja garantido, bem como, os cuidados de manuseio e acomodação. 

Em ambas as situações, o grande trunfo desse modelo está na personalização do serviço, já que ele todo será moldado de acordo com as exigências e demandas daquele voo específico. 

Em tempos de crise, como é o caso da atual pandemia de covid-19, a possibilidade de melhor gerir horários, rotas e formas de manuseio de cargas tem servido como uma excelente maneira de driblar os empecilhos logísticos que afetam os serviços aéreos. 

Veja, no item seguinte, quais são os principais benefícios que têm levado às empresas a investir nesse importante modal durante a crise do coronavírus!

Quais são as suas principais vantagens?

Como todo o mundo foi afetado pela crise do covid-19, as operações de comércio exterior passaram a sofrer com cancelamentos, redução de serviços, incertezas e uma perda generalizada de eficiência das companhias regulares de transporte. 

Para driblar esses empecilhos e garantir que a movimentação de suas cargas não dependa das limitações sofridas pelas cias aéreas, as empresas estão aderindo cada vez mais à aviação Charter. 

Além de pleno alinhamento do serviço às demandas e necessidades de cada negócio, esse modal personalizado de transporte ainda agrega uma série de benefícios, que se tornaram ainda mais marcantes durante a epidemia do covid-19. São eles:

  • Mais rapidez em relação aos serviços tradicionais, tendo um tempo de trânsito que varia entre apenas 1 e 2 dias;
  • Eliminação dos riscos de atrasos gerados por conexões;
  • Ampla disponibilidade de espaço, que é garantido de acordo com a demanda contratada para o transporte;
  • Data de embarque e de chegada dos produtos pré-acordada entre o contratante e o agente de carga;
  • Realização de apenas um desembaraço na origem e no destino para todo o lote/aeronave. 

Para que todas essas vantagens sejam possíveis, porém, é preciso manter-se atento a alguns detalhes característicos desse tipo de modal. Saiba mais sobre eles no próximo item. 

O que considerar na hora de contratar essa modalidade?

Por mais vantajosos que os voos Charter sejam para as operações logísticas de comércio exterior, seu uso demanda atenção por conta de certas peculiaridades, especialmente no atual momento de incertezas geradas pelo covid-19. 

Entre os pontos mais importantes que devem ser considerados nesse tipo de contratação, destacam-se:

  • Alta variação de preços devido à crescente demanda. Nesse mesmo sentido, as validades das propostas são para confirmação imediata;
  • Necessidade de verificar se todos os custos de operação da aeronave já estão inclusos na contratação;
  • Atenção especial para os custos de armazenagem, tanto na origem quanto no destino;
  • Conferir quanto tempo será necessário para que o operador consiga a licença do voo. Isso pode demorar de 10 a 12 dias;
  • Programar o tempo necessário para que a mercadoria seja liberada junto á aduana local, junto tanto do exportador quanto do agente de cargas;
  • Garantir que o voo seja programado para uma data segura, uma vez que eventuais atrasos podem gerar custos altíssimos de estadia da aeronave.

Outra questão de suma importância é garantir que o seu operador logístico tenha os devidos conhecimentos e a experiência necessária para realizar operações com esse modal, dadas as suas peculiaridades.

Referência no segmento há mais de 26 anos, a DC Logistics Brasil conta com uma ampla história de sucesso junto à aviação Charter e está pronta para atuar junto de sua empresa para superar as dificuldades geradas pela atual pandemia!

Você já conhecia essa possibilidade de driblar os empecilhos gerados pelo covid-19? Se ficou com alguma dúvida sobre o assunto ou tem interesse em realizar uma cotação de frete com aviões Charter, clique abaixo e entre em contato conosco!

Solicite uma cotação

Navegação de cabotagem: descubra por que ela pode ser uma ótima solução logística!

Navegação de cabotagem: descubra por que ela pode ser uma ótima solução logística!

Graças à geografia brasileira, a navegação de cabotagem teve um alto crescimento no passado e foi até mesmo uma das primeiras atividades econômicas do país.

Desde a época da colonização, esse sistema vem sendo uma alternativa mais econômica para resolver questões logísticas. 

Não é só no bolso que a navegação de cabotagem traz grandes vantagens. A seguir, saiba mais sobre essa modalidade, seu histórico, principais benefícios e eventuais contraindicações! 

Entenda o que é navegação de cabotagem

O termo “cabotagem” se refere a um modo de navegação realizada entre “cabos”, sem perder a terra à vista. Portanto, entende-se que a navegação de cabotagem ocorre entre portos de um mesmo país.

Considerando isso, é fácil entender seu valor para o território brasileiro, graças a sua grande extensão de costa navegável. 

Outro ponto a ser salientado é que a navegação de cabotagem pode ocorrer no mar (o que é mais comum), mas também em rios ou lagos.

Outra grande vantagem da cabotagem no Brasil é que, além da sua costa navegável, muitas das principais cidades e polos industriais se concentram no litoral, ou mesmo em localidades próximas a ele.

Se compararmos a navegação de cabotagem a outras modalidades de transporte, como o rodoviário e ferroviário, por exemplo, também é possível detectar outros benefícios. Um deles é o baixo impacto ambiental.

No próximo item, saiba mais sobre o histórico desse tipo de navegação no país e, em seguida, fique por dentro das suas principais vantagens! 

Confira o histórico da cabotagem no Brasil

Como mencionamos anteriormente, além das características geográficas, o histórico de colonização no Brasil foi determinante para a prática da navegação de cabotagem.

Tudo começou com a chegada dos portugueses, no início do século XVI. A partir daí a cabotagem experimentou um grande crescimento até o início do século XX. 

Neste período os meios aquaviários representavam a única possibilidade de transporte para cargas a longas distâncias.

As atividades comerciais dependiam muito da cabotagem, que desempenhou um papel bem importante para o crescimento econômico. 

Por outro lado, a indústria naval até o início do século XIX não oferecia um grande desenvolvimento em infraestrutura.

Apenas a partir de 1808, os portos começaram a apresentar melhores condições para receber grandes embarcações. Isso se deu muito pela vinda da Família Real, mas também graças à promulgação do Decreto de Abertura dos Portos às Nações Amigas.

Depois disso, o grande ápice da indústria naval brasileira foi entre os anos de 1950 e a década de 1970. Políticas governamentais e linhas de financiamento foram as grandes responsáveis por esse grande boom.

O Brasil chegou a ser considerado a segunda potência mundial na indústria naval, gerando mais de 39 mil empregos diretos no fim dos anos 1970. 

Atualmente, o sistema de transporte por cabotagem teve um crescimento nos últimos anos, mas não se compara ainda à força do modal rodoviário, que ainda é responsável por 65% das cargas, segundo o portal do BNDES

A participação relativa da cabotagem, hoje, representa menos de 11% do total, ainda segundo a fonte supracitada. Isso significa que há muito terreno para crescimento. 

Presente desde a colonização brasileira, a cabotagem foi de suma importância durante séculos. 

Embora tenha perdido um pouco dessa relevância com o passar dos anos, a navegação de cabotagem é o meio de movimentação de carga mais competitivo e com menor número de acidentes. 

Veja quais são as principais vantagens do uso da cabotagem

Veja quais são as principais vantagens do uso da cabotagem

Além de ser um sistema que oferece menos riscos, com taxas menores de acidentes, a navegação de cabotagem também é muito menos poluente em relação a outras modalidades. Veja mais detalhes sobre esse e outros benefícios de utilizá-la: 

Preserve o meio ambiente

A cabotagem garante um menor impacto ambiental no que diz respeito à poluição, o que representa um grande benefício para as empresas e ao planeta como um todo. 

Adotar soluções “verdes” e sustentáveis melhoram a imagem de qualquer negócio, além de ser uma ação responsável.

Garanta mais economia

A cabotagem também é mais barata. A economia gerada pela utilização dessa modalidade pode chegar até 30% se compararmos com o transporte rodoviário, como aponta uma matéria especial do blog Conexos sobre o tema! 

Assim, é possível oferecer serviços logísticos mais baratos para os clientes, aumentando ao mesmo tempo a lucratividade e a competitividade nesse disputado mercado. 

Tenha menores riscos de furtos, roubos e extravios

A segurança da mercadoria também é beneficiada por essa modalidade. 

É de conhecimento geral que furtos e roubos de carga em estradas alcançam níveis preocupantes, gerando prejuízos e muita tensão em quem pega a estrada e vive desse ofício.

Naturalmente, cada vez mais as empresas buscam alternativas para diminuir essas estatísticas. Uma dessas alternativas é a cabotagem, onde essas ocorrências são muito mais raras, uma vez que o modelo não sofre com a ação direta de criminosos.

Além de evitar os prejuízos e poupar a paz de espírito dos profissionais envolvidos, isso também garante uma grande economia em sistemas de segurança. Esse dinheiro então pode ser melhor aplicado em processos, estratégias e tecnologias.

Transporte volumes maiores

Para compreender esse ponto, basta visualizar a capacidade de transporte de um navio. Trata-se de um espaço muito maior do que encontramos no modelo rodoviário. 

Sendo assim, é possível transportar mais cargas de uma só vez, economizando em envio de remessas.

Agora que você já sabe quais são os benefícios da navegação de cabotagem, no item a seguir, fique por dentro de suas eventuais desvantagens e saiba como evitá-las! 

Saiba quais são as desvantagens dessa modalidade

Apesar de ser extremamente vantajosa em muitos pontos, a navegação de cabotagem também conta com alguns desafios que precisam ser superados. Pontuais, esses obstáculos podem ser contornados com algumas estratégias! 

Uma consequência comum no sistema de cabotagem são prazos de entrega mais longos. Isso ocorre principalmente pela legislação e burocracia envolvida na parte do desembaraço e liberação de cargas.

Portanto, cargas que exigem alguma urgência não se beneficiam muito com a modalidade. 

Outro fator burocrático envolve a embarcação: para utilizar o sistema de transporte, é preciso contar apenas com navios que possuam bandeira brasileira. Esqueça, portanto, o apoio de empresas com navios estrangeiros. 

Esses e outros aspectos demonstram que a navegação de cabotagem exige uma boa estratégia para operar da melhor forma possível. Uma vez considerados estes pontos, ela se torna uma alternativa extremamente vantajosa em diversos aspectos. 

Se ficou com alguma dúvida sobre o assunto, clique abaixo e entre em contato conosco!

Tire suas dúvidas

Você sabe a diferença entre a logística inbound e outbound?

Você sabe a diferença entre a logística inbound e outbound?

Saber lidar de maneira eficaz com a cadeia de suprimentos e todas as questões que envolvem o fluxo dela é um dos desafios diários dos gestores e diretores logísticos.

Isso porque, todos os processos dependem da sincronia e fluidez das etapas para que os insumos e matérias-primas cheguem ao seu negócio.

Não só no setor logístico, mas nos demais departamentos de uma empresa, é necessário adotar algumas práticas e estratégias para que essa agilidade entre as etapas ocorra dentro do planejado.

Nesse sentido, você já ouviu falar na logística inbound e outbound? Sabe o que elas são e como podem contribuir para as operações logísticas do seu negócio? Neste conteúdo iremos falar das diferenças entre elas, bem como, seus benefícios!

O que é a logística inbound?

Para tornar claro o conceito de logística inbound, vamos lembrar dos agentes envolvidos no processo, que são: fornecedor, fabricante e consumidor final.

A logística inbound compreende toda a parte de logística do fornecedor até o seu negócio, abrangendo todas as etapas inclusas no fornecimento de matéria-prima. Ela é responsável por controlar a entrada de insumos, bens e serviços na sua empresa.

Nesse sentido, todas as ações realizadas que dizem respeito ao transporte, armazenamento e entrega de materiais para a produção ficam sob a responsabilidade desse tipo de logística.

Faz parte das atividades desenvolvidas dentro dela:

  • Pesquisa e gestão de fornecedores
  • Estocagem
  • Retorno das embalagens
  • Administração de dados do setor de compras
  • Auditoria de qualidade
  • Controle para que o estoque atenda as demandas de produção
  • Recebimento e verificação das matérias-primas e insumos
  • Transporte do fornecedor até a empresa.

Qual a importância dela?

Qual a importância da logística inbound?

Já falamos em outros conteúdos do blog sobre a relevância de uma logística eficiente no mercado. Ela tem ganhado mais espaço, já sendo vista como um diferencial competitivo.

Sendo assim, se torna cada dia mais imprescindível que este setor esteja alinhado com os demais e que exista um fluxo logístico consistente. Ou seja, os insumos e produtos precisam chegar ao seu negócio dentro do tempo adequado!

Isso porque, uma produção contínua e organizada depende da matéria-prima. Para que isso seja mantido dentro dos prazos, é essencial que a sua empresa estabeleça uma parceria com os fornecedores para que eles sempre atendam suas demandas dentro das datas.

O fator prazo é essencial não só para que a produção seja constante, mas para que o produto chegue no consumidor final também dentro da data esperada. Com um controle mais eficaz nesse aspecto é possível ter uma previsibilidade de prazos maior e a ocorrência de atrasos é reduzida.

Outro aspecto ainda que reforça a importância de utilizar essa logística no seu negócio está relacionada ao maior controle que gestores terão desde a saída da mercadoria no fornecedor até a entrega na empresa.

Benefícios da Logística Inbound

  • Estabelecer parcerias bem-sucedidas com fornecedores
  • Melhorar processos de recebimento e armazenamento de cargas
  • Giro de estoque mais eficiente
  • Reforça a segurança e reduz índices de perdas e avarias nos armazéns
  • Otimizar o transporte nos centros de produção
  • Diferencial competitivo valioso
  • Redução dos custos operacionais
  • Aprimorar o gerenciamento do fluxo de informações com os fornecedores.

Logística outbound

Na logística outbound é dado continuidade no fluxo fornecedor, fabricante e consumidor final. Ela envolve todas as etapas para que o seu produto chegue até o cliente, ou seja, as atividades logísticas relacionadas a pós-produção.

Basicamente ela fica responsável por todas as ações para que a mercadoria saia da sua empresa e chegue ao cliente – de preferência dentro do prazo.

Faz parte das atividades desenvolvidas dentro deste tipo de logística:

  • Planejamento de rotas otimizadas
  • Embalagem
  • Endereçamento
  • Emissão de documentos e notas fiscais
  • Logística reversa
  • Distribuição e movimentação de cargas
  • Realocação de produtos para os centros de distribuição
  • Rastreamento das mercadorias
  • Contratação de transportadoras ou operadores logísticos.

Qual a relevância dela?

Qual a relevância da logística outbound?

Assim como falamos sobre a relevância da logística inbound, não poderíamos deixar de falar da outbound.

Com o produto pronto para ser encaminhado para os centros de distribuição ou até mesmo para serem entregues diretamente ao cliente, é preciso que desta etapa em diante tudo ocorra conforme o planejado.

Um dos pontos que reforçam a necessidade de trabalhar essa logística na sua empresa é que, como já pontuamos acima, a entrega imediata ou com grande agilidade muitas vezes é fator decisivo para o cliente optar pelo produto da sua empresa ao invés da concorrência.

Assim como a logística inbound deve ser impecável, com a outbound não pode ser diferente. Ambas fazem parte de um grande processo que demanda atenção e eficácia em todas as etapas.

Nesse sentido, podemos dizer que uma complementa a outra, sendo que a logística como um todo precisa ser bem estruturada para que, na ponta do processo, o cliente tenha sempre à disposição os produtos do seu negócio.

Benefícios da logística outbound

  • Obter maior giro de estoque – o que evitar o excesso e falta de produtos
  • Melhorar a qualidade das remessas e atendimento ao cliente
  • Reduzir prazos de entrega
  • Fidelizar clientes
  • Controlar com maior eficácia a logística até o consumidor.

E então?

Você viu que falamos sobre o que é a logística inbound e outbound, sua relevância e benefícios. Poderíamos dizer que ao aderir apenas a uma delas seria suficiente, contudo, a logística se torna mais eficaz se for trabalhada de forma integral.

Isso tendo um planejamento logístico e estratégias para cada etapa, que vai desde o fornecedor de matéria-prima até a entrega do produto no seu cliente.

Na logística inbound e outbound é primordial que você faça uma análise e verifique se existe a necessidade de contar com parceiros para efetuar o transporte.

Se notar que essa terceirização é viável, opte por operadores logísticos que busquem entender as demandas do seu negócio e que tenham solidez no mercado.

Parcerias como essas podem fazer toda a diferença em grande parte das etapas. Tanto no início como no final do processo, um agente de carga pode contribuir para maior agilidade e qualidade no transporte de matéria-prima e mercadorias da sua empresa.

Você já sabia sobre a relevância da logística inbound e outbound para o seu negócio? Se ficou com alguma dúvida sobre o assunto ou quer saber como podemos contribuir com essas questões, clique abaixo e solicite um orçamento sem compromisso!

Solicite uma cotação

 

Saiba o que é o planejamento logístico e como fazê-lo no seu negócio!

Para desenvolver um bom planejamento logístico, o diretor ou gestor que atua na área precisa estar bem familiarizado com o que esse conceito representa, bem como, quais são suas etapas mais importantes.

Considerada uma das atividades mais importantes dentre todos os processos internos das empresas, a logística exige máxima clareza e engajamento entre todos os agentes envolvidos em seu planejamento e realização. 

Descubra, a seguir, o que caracteriza o planejamento logístico, qual a sua verdadeira importância para as organizações e quais os principais pontos para aplicá-lo de maneira eficiente no seu negócio!

O que é planejamento logístico?

O planejamento logístico refere-se ao preparo de tudo que envolve os processos de transporte e armazenamento dos produtos de uma empresa, incluindo meios de execução e suas possíveis variáveis.

Em relação a essas possíveis variáveis, é justamente o planejamento que definirá quais serão as técnicas, práticas, tecnologias, indicadores e meios de monitoramento que possibilitarão o seu controle e, consequentemente, a otimização das atividades.

O ato de planejar se refere à previsão dos detalhes de determinada atividade, para que seja possível antecipar a resolução de qualquer eventual desafio ou intempérie que possam vir a lhe prejudicar.

Quando nos referimos ao planejamento logístico, portanto, é papel dos diretores ou gestores manter o ambiente de trabalho sempre muito bem preparado, garantindo a fluidez dos processos e os melhores resultados possíveis para cada atividade.

Em poucas palavras, ao planejar os processos logísticos de maneira eficiente, as empresas atuam em prol de sua produtividade, otimizando suas operações e, consequentemente, os seus recursos, sejam eles materiais ou humanos.

Qual a sua importância?

Como mencionamos logo no início do artigo, a logística é considerada uma das áreas mais importantes pela grande maioria das empresas.

Por tratar de processos complexos, que envolvem uma ampla cadeia de gerenciamento e de operações, garantir o pleno alinhamento da logística muitas vezes pode ser desafiador.

É justamente esse fator que torna o planejamento logístico tão relevante, uma vez que é ele que permite traçar os objetivos, adaptar eventuais variáveis, prever e reunir recursos necessários, bem como, avaliar os resultados obtidos nesse importante setor.

Ao gerenciar sua logística de maneira efetiva, os negócios podem literalmente tornar o armazenamento, a distribuição e o transporte dos insumos e produtos um diferencial competitivo, já que a agilidade e a tranquilidade geradas impactam diretamente seus clientes.

Quando falamos sobre o impacto gerado em públicos de interesse, não são inclusos só os clientes finais, mas também fornecedores e parceiros, que podem desfrutar dos resultados diretos agregados na otimização, rentabilidade e velocidade da logística.

Para que isso seja realmente possível, porém, é preciso ter atenção a algumas etapas fundamentais de ação, organização e planejamento, que desempenham uma importante influência no dia a dia das operações de qualquer negócio.

Confira, no próximo item, quais são os passos mais relevantes que devem ser seguidos para um planejamento logístico realmente eficiente!

Quais as etapas mais importantes para que ele seja eficiente?

Quais as etapas mais importantes para que ele seja eficiente?

Por mais que cada empresa tenha as suas próprias características e peculiaridades, existem algumas etapas e cuidados gerais em relação ao planejamento logístico que geram resultados em qualquer perfil de negócio!

Mesmo que a sua empresa demande os mesmo cuidados que os mencionados no artigo, é importante conhecer o passo a passo de um bom plano de logística, de modo a garantir uma visão completa de quais são as suas finalidades mais importantes.

Confira quais são essas questões e seus principais detalhes a seguir:

Seja minucioso no controle do seu estoque

O primeiro ponto que deve ser observado para que a logística funcione bem é garantir que o controle das entradas e saídas de mercadorias no estoque seja minucioso.

Por meio de registros precisos de cada item que passou pelo estoque e seu histórico, é possível prever as demandas e sua sazonalidade, otimizando o balanceamento dos itens e os seus processos de reposição.

Mantenha parceiros estratégicos e de confiança

A manutenção de parcerias estratégicas é fundamental para o funcionamento de qualquer negócio em seu ciclo produtivo.

Nesse cenário, os fornecedores ocupam um papel central, sejam eles de insumos, matérias-primas ou mesmo de serviços, como os de manutenção.

Eventuais problemas junto de parceiros que desempenham uma influência tão direta em suas operações podem desencadear sérios problemas na logística, principalmente em relação a atrasos.

Com isso em mente, procure sempre manter parceiros sérios e de extrema confiança, tendo máxima cautela na escolha de novos fornecedores.

Alguns dos pontos que devem ser observados nesse sentido são o custo-benefício dos itens com que determinado fornecedor trabalha, a distância física do seu negócio, seu histórico com outras empresas e comprometimento com seu negócio.

Garanta o monitoramento de todo o transporte

No planejamento logístico, dois pontos são muito importantes e precisam ser constantemente monitorados: o armazenamento e o transporte dos produtos.

Como o armazenamento geralmente é feito no ambiente interno das empresas, garantir a integridade e o manuseio adequado dos itens é mais fácil, já que o monitoramento pode ser feito pela própria equipe.

Em relação aos transportes, porém, esse desafio pode ser maior, já que muitas vezes os negócios dependem de agentes de carga terceirizados para levar os itens de um ponto até o outro.

Caso a sua empresa conte com meios próprios de transporte, certifique-se de que eles são adequados ao tipo de produto que você transporta e que os responsáveis pelas entregas tenham o devido preparo para lidar com eles.

Em relação aos operadores logísticos, vale a mesma lógica adotada para os fornecedores: é preciso confirmar que a empresa tenha um bom histórico e tome todos os cuidados necessários para lidar com todos os itens com máxima segurança e eficiência.

Utilize a tecnologia ao seu favor

Por meio da tecnologia, operações podem ser automatizadas, a comunicação entre setores pode ser integrada e a segurança das informações coletadas pode ser aumentada.

Atualmente, existe uma infinita gama de softwares de gestão especialmente desenvolvidos para sanar os principais desafios das operações internas das empresas, com módulos próprios para as peculiaridades da logística.

Ao investir em boas soluções tecnológicas, você reduz os custos das atividades, aumenta a produtividade dos profissionais, ganha novos insights para o planejamento logístico e garante um poderoso aliado para que ele seja elaborado da forma correta.

Não ignore os indicadores de desempenho

Por fim, não deixe de avaliar os resultados do planejamento logístico implementado, isso com o intuito de promover eventuais correções ou melhorias que o tornem ainda mais assertivo!

Existem diversas maneiras de obter bons indicadores de qualidade capazes de demonstrar como está o desempenho das suas operações logísticas.

Através dos sistemas de gestão mencionados no item anterior, esses dados podem ser obtidos de maneira automática, fornecendo uma base de apoio para a tomada de decisões por meio das informações cadastradas diariamente.

Caso a sua empresa não conte com essa tecnologia, uma boa maneira de avaliar resultados é através da criação de KPIs, que correspondem aos dados que os gestores julgam mais importantes para avaliar o bom andamento das atividades.

Sua definição é muito simples: basta estabelecer qual atividade é indispensável para avaliar o desempenho da logística e medir os seus resultados periodicamente.

Ela pode estar relacionada ao tempo das movimentações, à fidelidade dos registros, ao número de itens transportados em certo período, ao cumprimento de metas pela equipe, entre outros pontos importantes.

Você já conta com um planejamento logístico no seu negócio? Se ficou com alguma dúvida sobre o assunto, clique abaixo e entre em contato conosco!

Tire suas dúvidas

Container NOR – entenda mais sobre ele e suas vantagens

O Container NOR, sigla do inglês para “Non-Operating Reefer” ou simplesmente Container Refrigerado Desligado, ainda é um tabu para muitos importadores brasileiros, seja por falta de conhecimento ou por medo dos riscos envolvidos em utilizar esse tipo de container.

Porém, utilizar um container NOR para a importação de carga seca pode trazer benefícios para o importador, e é o que veremos neste conteúdo.

Container NOR: importação e exportação

O Brasil é um grande exportador de produtos básicos para diversos parceiros comerciais em todo o mundo e nossa economia historicamente tem esse perfil.

Se pegarmos os dados do MDIC de janeiro a agosto deste ano, por exemplo, veremos que as exportações de Carne Bovina, Suína e de Frango para a China, que é nosso maior parceiro comercial, representam mais de 5% da nossa balança de exportação para este país.

Além disso, também somos grandes exportadores de frutas. Todos esses produtos precisam de algum tipo de controle de temperatura e, por este motivo, o Brasil demanda uma grande quantidade de container Reefer em seus terminais.

Em contrapartida, quase tudo que a China exporta para o Brasil são produtos manufaturados e carga seca geral, que não demanda um controle específico na temperatura.

Esse desbalanceamento de demanda por container Reefer e Dry também é possível observar, mesmo que em menor escala, em outros grandes parceiros comerciais, como é o caso da União Europeia, por exemplo.

É claro que essa desproporcionalidade de demanda por tipo de container gera um problema. No caso do Brasil, por exemplo, sobram containers Dry armazenados nos terminais e constantemente faltam equipamentos refrigerados.

Solução para a falta de equipamentos refrigerados

Para resolver esse problema os armadores precisam fazer o reposicionamento destes equipamentos para equilibrar a oferta e demanda de cada país ou região, para os mais diversos tipos de containers.

Esse reposicionamento nada mais é que o transporte de containers vazios dentro dos navios que operam determinada rota. Isso acaba gerando um alto custo logístico e impactando diretamente no frete do consumidor final.

Diante desta problemática, a solução que os armadores encontraram para fazer o reposicionamento dos containers refrigerados foi vendê-los como container NOR. Com isso, ao invés de mandar quantidades enormes de containers refrigerados vazios para o Brasil, é possível utilizá-los desligados para acomodar carga seca, aquelas que não exigem controle específico de temperatura.

Vantagens ao contratar um frete de container NOR?

A principal vantagem a ser destacada, naturalmente, é o próprio custo do frete. Como o armador já teria que mandar um container refrigerado para atender a demanda brasileira e desocupar os terminais chineses, que os utilizam numa escala exponencialmente menor na exportação, por exemplo, o frete para um container NOR costuma ser até 40% mais barato que o Dry, dependendo da época do ano.

Além disso, quanto mais container NOR contratado, menor o custo com reposicionamento e, consequentemente, menor custo operacional do navio. Se o custo é menor, no final o frete ficará mais barato para todo mundo. É assim que gira a roda da economia.

O frete compõe o valor CIF da mercadoria e que é utilizado de base de cálculo para o pagamento dos tributos na importação. Contratando um container NOR, além do frete, o importador verá seus gastos com a tributação reduzirem proporcionalmente.

Quais cuidados devem ser tomados?

É importante analisar antes do embarque o tipo de mercadoria que está sendo embarcada e também a forma de manuseio.

Os containers refrigerados possuem um isolamento térmico feito de poliuretano e revestido com alumínio ou aço inoxidável que pode ser avariado dependendo o tipo de carga ou amarração utilizada, diferente do container Dry, que conta apenas com uma parede de aço sem nenhum revestimento térmico.

Com isso, é necessário muito cuidado na carga e descarga deste container, pois o custo de um reparo por uma avaria é mais elevado que de um container Dry.

Outro ponto importante é que um container NOR tem uma diferença de até 9m³ menor que um container 40’ HC, por exemplo. Então é importante checar se o espaço interno é suficiente para acomodar a mercadoria.

O container NOR proporciona isolamento térmico e é completamente vedado contra a entrada de humidade e ar externo. Por conta disso, se uma mercadoria ou embalagem for estufada com muita humidade ou mesmo molhada, isso deve se condensar dentro do container durante os vários dias que a carga ficará no mar e pode provocar problemas na mercadoria.

E então?

Pelo fato do container NOR ser um equipamento mais caro e com menor disponibilidade no mercado global, os custos de demurrage deste tipo de equipamento também são mais elevados que um container Dry.

Se a carga importada vai ficar um longo período no terminal e não é possível de ser desovada, melhor calcular os eventuais custos de demurrage e verificar se o frete irá compensar.

Tomados estes cuidados, certamente trazer uma carga através de um container NOR pode ser uma economia muito significativa na importação.

Se interessou nesse tipo de equipamento? Restou alguma dúvida? Entre em contato com a DC Logistics Brasil. Somos especialistas nesse tipo de operação e teremos prazer em lhe ajudar!

Solicite uma cotação

Carga projeto: saiba mais sobre essa solução para cargas especiais

Uma boa carga projeto é aquela capaz de enfrentar todos os desafios que envolvem o transporte de itens muito grandes ou com características físicas que não correspondem aos padrões dos meios de transporte comuns!

Confira, a seguir, o que significa esse conceito, qual a sua função e os seus principais benefícios. Além disso, descubra o que valorizar ao contratar uma empresa especializada na área. E ainda, fique por dentro de alguns casos reais de sua aplicação. 

Descubra o que é carga projeto e qual a sua função

O conceito de carga projeto diz respeito aos carregamentos que contam com dimensões ou pesos que não correspondem aos padrões tradicionais encontrados nos diferentes modais de transporte.

Seu uso é aplicado a itens como reatores, plataformas, pás eólicas, geradores, guindastes, entre outros com medidas que não podem ser adequadas a contêineres, caminhões e demais meios de transporte convencionais.

Da saída do fornecedor ao processo de transporte e armazenagem à entrega no destino final, é necessário um amplo planejamento logístico, que precisa considerar absolutamente todas as etapas do trajeto.

Seja no fretamento de carretas adaptadas, de espaços ampliados em trens, em soluções de transporte marítimo ou até no aluguel de aeronaves, são necessários diferentes estudos, intervenções e análises de viabilidade.

Imagine, por exemplo, que uma usina precise ser transportada entre duas cidades distantes. Suas dimensões fazem com que essa tarefa seja impossível sem que o trânsito das rodovias que ela atravessará seja afetado.

Sendo assim, mais que considerar as possibilidades dos diferentes modais disponíveis, levando, por exemplo, a carga em um avião ou navio adaptado para as suas dimensões, é preciso também considerar todos os pormenores logísticos.

As estradas em que a usina passará antes e depois do aeroporto ou porto marítimo deverão ser interditadas e o departamento de trânsito precisará ser acionado. Enquanto isso, será preciso alugar um galpão para protegê-la, entre outras situações.

Não importa qual seja o perfil dos itens transportados e modais disponíveis, a carga projeto deve sempre prezar pela integridade e segurança dos materiais, além do melhor padrão de agilidade e custo-benefício de todo o transporte.

Descubra, no item a seguir, todas as vantagens que esse tipo de operação pode agregar para a sua empresa.

Saiba quais são os principais benefícios

Ao contratar um serviço de carga projeto, as empresas garantem a logística adequada para os materiais que precisam transportar.

Entre seus principais benefícios, podemos destacar:

  • Amplo planejamento que garante segurança e confiabilidade no transporte de cargas especiais
  • Possibilidade de utilizar diferentes modais de transporte
  • Estudo de viabilidade para que os meios de carregamento e modais mais viáveis sejam utilizados
  • Melhor poder de negociação com transportadoras e terminais graças ao conhecimento e experiência dos operadores especializados na área
  • Mais tranquilidade para quem envia e recebe a carga, já que tudo ficara sob a responsabilidade de uma empresa terceirizada
  • Obtenção da melhor agilidade possível, também por conta do amplo planejamento realizado
  • Alinhamento às exigências legais de transporte.

Para que essas vantagens sejam possíveis, porém, é indispensável certificar-se de que os operadores da sua carga projeto estejam devidamente preparados para essa missão!

No próximo item, veja os detalhes mais importantes que devem ser priorizados pelos negócios que desejam contratar esse tipo de operação logística.

Entenda o que precisa ser valorizado nesse tipo de operação

Quando tratamos sobre carga projeto, alguns cuidados são imprescindíveis e devem ser observados pelos contratantes que procuram por uma empresa especializada na área.

O primeiro e mais importante deles é certificar-se de que os responsáveis contam com experiência, amplo conhecimento na área, além de estrutura capaz de atender todas as demandas necessárias nesse tipo tão específico e desafiador de logística.

Operadores logísticos que contam com uma equipe exclusiva para os serviços de carga projeto e uma ampla rede de profissionais especializados nesse tipo de operação podem fazer toda a diferença nos seus resultados práticos e financeiros.

Mais que um bom poder de negociação com terminais nacionais para descargas especiais, é preciso também que a empresa desempenhe um planejamento minucioso e focado em cada detalhe do processo.

A minimização de riscos deve ser prezada não só durante a organização logística, mas também durante a contratação de fretes e seguros.

É preciso certificar-se de que o operador logístico seja capaz de atuar em diversos segmentos, para que todas as necessidades e demandas do seu negócio sejam realmente sanadas!

Confira alguns casos reais em que a carga projeto fez a diferença!

Para se ter uma ideia dos desafios que envolvem uma carga projeto, é possível citar algumas operações realizadas pela DC Logistics Brasil, que há mais de 10 anos é referência no setor.

Durante o transporte de uma máquina de polimento de telha cerâmica inteira da Itália para o sul do Brasil, por exemplo, foi manejada uma remessa de duas partes soltas com 33,5 toneladas cada.

Buscada em 3 pontos diferentes no nordeste da Itália e enviada de Livorno para Navegantes, em solo brasileiro, ela media 16,90m de comprimento x 2,40m de largura x 2,40m de altura.

Ambas as partes foram enviadas soltas em um mesmo navio, carregadas e amarradas em uma cama de contêineres flat racks junto dos acessórios, embarcados em 1 x 40’ flat rack, 10 x 40’ OT e 2 x 20’ OT, tudo sob o mesmo Conhecimento de Carga.

Em outro serviço, uma remessa de 6 partes soltas, que continha uma grande turbina de 42,9 toneladas, foi enviada de Paranaguá, no Brasil, para Port Hueneme, Califórnia, nos EUA.

Para esse item de maior porte, foi utilizado um reboque MAFI, enquanto as peças menores eram embarcadas no navio por empilhadeira e manuseadas soltas. A carga foi transportada de Port Hueneme para o Havaí por um agente parceiro local, que fez o transbordo e controlou a remessa até a entrega ao importador.

Muitos outros casos poderiam ser mencionados – a empresa inclusive já transportou uma grande carga no avião Antonov 124, o segundo maior cargueiro do mundo – mas essas duas situações demonstram como experiência e qualificação são fundamentais!

Se a sua empresa precisa de um serviço completo de carga projeto e deseja contar com todo o padrão de qualidade da DC Logistics Brasil, clique abaixo, entre em contato conosco e solicite uma cotação de frete sem compromisso!

Solicite uma cotação

Saiba o que é a logística integrada e como ela pode beneficiar seu negócio!

Para garantir sucesso frente à concorrência e otimizar seus processos internos, as empresas têm investido em soluções gerenciais cada vez mais amplas, robustas e inteligentes, como é o caso da logística integrada.

O conceito, que visa abranger as diferentes áreas de um mesmo negócio para que as demandas dos seus fluxos sejam atendidas em tempo real, pode ser decisivo para os seus ganhos financeiros e para o bom andamento de suas operações.

Descubra, a seguir, o que significa logística integrada e como ela é aplicada no cotidiano das organizações. E ainda, quais os seus principais benefícios e a melhor escolha na hora de contratar uma empresa especializada nesse tipo de serviço!

Entenda o que é logística integrada

Para entender o conceito de logística integrada, primeiro precisamos considerar todas demandas e atividades que estão inclusas na cadeia de suprimentos de uma empresa.

Geralmente, quando falamos sobre os processos logísticos de uma organização, as primeiras funções que vem à mente são aquelas ligadas aos transportes e ao gerenciamento dos estoques, por exemplo.

Nesse sentido, porém, não podemos ignorar questões como o processo de compras, o desempenho da produção e o relacionamento com os fornecedores. E ainda, todas as etapas de transporte e armazenamento, tanto para dentro, quanto para fora da empresa.

O conjunto dos processos e diferentes áreas de uma mesma empresa influenciam diretamente o seu desempenho logístico. Desta forma, a ideia de uma maior integração surgiu para promover mais interatividade e estimular a união entre os setores!

Em poucas palavras, pode-se dizer que a logística integrada considera toda a cadeia de suprimentos, estabelecendo estratégias para que ela seja a mais eficiente possível.

Mais do que o fluxo dos próprios processos internos, essa atividade também lida com o gerenciamento dos dados obtidos e compartilhados em toda a cadeia.

Mesmo que a noção de logística integrada seja relativamente simples, a compreensão se torna mais fácil quando aplicada na prática! Descubra como isso ocorre no próximo item.

Saiba como ela é desenvolvida nas empresas

Logística integrada saiba como ela é desenvolvida nas empresas

O ponto mais relevante para que a logística integrada seja bem desenvolvida dentro das organizações é a criação de um canal de comunicação amplo, ágil e eficiente entre as partes interessadas.

As demandas e as informações precisam ser compartilhadas constantemente. Isso com o intuito de que profissionais de venda, responsáveis pelo estoque e fornecedores possam atuar de maneira imediata.

Para se ter uma ideia de como essa cadeia funciona, imagine todos os setores de um negócio: para que os vendedores possam fechar novas vendas sem problemas com prazos ou faltas de produtos, eles precisam saber exatamente como está o estoque.

No mesmo sentido, os responsáveis pelo estoque precisam informar exatamente como estão os níveis de itens armazenados ao setor de compras, para que novos produtos sejam adquiridos nas quantidades exatas para a demanda.

Na ponta final dessa cadeia, os próprios fornecedores devem ter acesso imediato a essas informações para que possam encaminhar novos carregamentos ao estoque da empresa e se planejar para os novos pedidos.

Aplicando essa lógica à realidade das empresas, é possível dizer que o trunfo de uma boa logística integrada é garantir que os dados sejam compartilhados em tempo real. Isso permite que a tomada de decisões seja mais rápida e menos passível de erros!

Conheça os principais benefícios

Ao compreender como a logística integrada é aplicada em uma empresa, seus principais benefícios se tornam claros aos gestores.

Entre os mais marcantes deles, podemos destacar:

  • Garantia de mais agilidade nos processos internos
  • Diminuição do tempo ocioso
  • Melhoria na tomada de decisões e menor incidência de erros
  • Etapas logísticas mais previsíveis e de adaptação mais fácil
  • Menor incidência de divergência de dados
  • Agilidade, segurança e eficiência que agregam mais competitividade
  • Aumento da performance dos centros de distribuição
  • Melhor capacidade de planejamento e rendimento das atividades
  • Diminuição da complexidade dos processos gerenciais
  • Maior controle sobre informações internas
  • Apoio à tomada de decisões, que se torna muito mais assertiva
  • Visão única e integrada de todos os processos e desafios logísticos da empresa.

Entretanto, vale lembrar que as vantagens só aparecerão caso a gestão da logística integrada seja realmente eficiente.

Para que isso seja possível, é preciso contar com o auxílio de um agente de carga que tenha a devida qualificação e experiência na área e que possa contribuir em certas etapas das operações logísticas do seu negócio.

Descubra como obter as melhores soluções em logística integrada

Referência no mercado logístico, nós da DC Logistics Brasil oferecemos as melhores soluções na área, prezando sempre pelos melhores resultados aos nossos clientes.

Nosso time de profissionais responsáveis pelo serviço é experiente e altamente qualificado. Nesse sentido, está apto para gerenciar, transportar, armazenar e distribuir a sua carga de forma eficiente e segura.

Em todos os processos são aplicadas tecnologias adequadas e de última geração. Isso para que cada processo seja tratado como uma unidade de negócios única e integrada!

Com foco na melhoria contínua, nós atendemos às novas exigências de armazenagem e de cumprimento da cadeia de transporte. Desta forma, garantimos o melhor padrão de desempenho aos nossos parceiros.

Se você ficou com alguma dúvida sobre o tema, entre em contato conosco! Se desejar, clique abaixo, solicite uma cotação de frete e saiba como podemos contribuir na logística integrada da sua empresa!

Solicite uma cotação

Entenda por que o serviço de rastreamento de carga é fundamental

Entenda por que o serviço de rastreamento de carga é fundamental

Seja no transporte aéreo, marítimo ou rodoviário, o rastreamento de carga é um serviço essencial se você quer acompanhar a logística da sua mercadoria mais de perto.

Nesse sentido, iremos falar sobre o que é o rastreamento de carga, qual sua importância, seus benefícios, alguns tipos que existem e também apresentaremos algumas informações sobre o nosso sistema de rastreamento Tracking e Tracing.

Continue a leitura e descubra mais sobre esse serviço. Ele é importante se você deseja ter uma operação logística com mais controle da origem ao destino da carga!

O que é o rastreamento de carga?

O rastreamento de carga tem por intuito permitir o monitoramento do transporte da sua mercadoria. Isso de tal forma que você tenha acesso a informações como previsão de chegada e outros detalhes desta etapa.

Qual a importância dele?

Uma gestão eficiente trabalha para o bom funcionamento do negócio, mas também é fundamental que tenha controle quanto ao transporte das cargas.

Mesmo que o agente de carga atue como intermediador entre você e a empresa de transporte, cabe a você e ao setor logístico serem mais assertivos nos processos.

Ao poder acompanhar a carga através do rastreamento, você tem acesso a informações da logística com facilidade.

Benefícios ao utilizar este serviço

Benefícios do rastreamento de carga

  • Fornece base concreta de informações sobre a logística para tomada de decisão futura
  • Maior controle das operações que estão sendo realizadas
  • Possibilita a identificação em qual parte do trajeto houve extravio da mercadoria (quando houver)
  • Redução entre o tempo necessário para a identificação do problema e a ação para resolvê-lo.

Alguns tipos de rastreamento de carga que existem

Hoje já existem algumas tecnologias e mecanismos que permitem efetuar um rastreamento da carga. Nesse sentido, iremos apresentar algumas soluções.

Radiofrequência – RFID (Radio-Frequency Identification)

Basicamente ela acontece através de uma identificação enviada por radiofrequência, ou seja, sinais de rádio. Essa tecnologia possibilita que o operador logístico e você possam acompanhar a movimentação da mercadoria até mesmo em locais fechados como túneis e subsolos.

Este tipo de rastreamento permite que essa ação seja em tempo real e não fica sujeito a inibidores de sinais.

Além disso, para colocar em prática este rastreio são utilizadas etiquetas com um chip nos produtos. Dessa forma elas podem receber e emitir (dependendo do nível da tecnologia usada) sinais para a base utilizando como canal a radiofrequência.

Telemetria

Além de rastrear a carga, esse sistema de monitoramento possibilita que você tenha acesso a informações relevantes como frenagens bruscas e pontos de inatividade do veículo.

Esse acompanhamento pode ser feito por rádio ou satélite.

GPS

Ele é feito via satélite e permite que se tenha acesso a informações como a velocidade do veículo, bem como, a jornada de trabalho do motorista, por exemplo.

Para que ele aconteça é necessário instalar um receptor no veículo que irá receber os sinais e decodificar a localização.

Sistema Tracking & Tracing DC Logistics Brasil

Como você já deve ter lido em outros conteúdos aqui, nós nos preocupamos constantemente em oferecer um serviço seguro e de qualidade do início ao fim da operação.

A opção de rastreamento de carga vem como uma ferramenta para garantir maior eficiência na logística da sua mercadoria. E claro, atuar como um canal de transparência de todos os caminhos que sua carga passa até chegar no destino.

Nesse sentido, contamos com um sistema chamado Tracking &Tracing de rastreamento de carga que pode ser acessado pelo site DC Logistics Brasil ou pelo aplicativo no celular – gratuito e pode ser feito o download pela internet.

Ele consiste em um serviço de acompanhamento onde é possível visualizar o follow-up da carga e todas as informações sobre transporte e entrega. Dentro dele também se pode efetuar requisição de cotações para frete marítimo, aéreo, rodoviário, seguros e carga de projeto, dentre outros.

E então?

Rastreamento de carga

Você viu que falamos sobre o que é o rastreamento de carga, sua importância e vantagens de contratá-lo. E ainda, apresentamos alguns tipos que existem e falamos sobre o nosso sistema de monitoramento Tracking & Tracing.

Ao desempenhar um papel importante dentro do setor logístico do seu negócio, é indispensável que você efetue uma gestão alinhada.

Isso quer dizer que você precisa se preocupar em avaliar e contratar um agente de carga que ofereça qualidade e segurança durante todo o transporte e que disponibilize um sistema que permita que você tenha acesso aos dados do deslocamento da mercadoria.

Com o rastreamento você pode agir com mais rapidez caso perceba que a carga está muitos dias no mesmo lugar, por exemplo. E ainda, ele fornece uma base de informações para que você acompanhe as operações.

Quanto mais dados obtiver ao longo do tempo através do rastreamento, mais prático se torna chegar em opções logísticas rentáveis para você.

Se você quer saber mais sobre o nosso sistema Tracking & Tracing ou tem interesse em fazer uma cotação deste serviço, clique abaixo e entre em contato conosco!

Cotação

Prazo de entrega

Prazo de entrega – Como garantir a entrega de matéria-prima no prazo para meu negócio?

Entre tantos fatores que influenciam na decisão de compra do cliente, o prazo de entrega é um dos mais importantes. Mas, trazendo esse fator para os processos internos do seu negócio ele é ainda mais relevante, concorda?

Atrasos na entrega da matéria-prima podem impactar de forma expressiva nas vendas, já que o cliente ao se deparar com um produto ofertado, mas que sua empresa não tem em estoque, pode desistir da compra com muita facilidade.

A questão mais importante é: como garantir que o seu fornecedor de matéria-prima não irá deixá-lo na mão? Como realizar uma gestão de insumos a ponto do estoque se manter estável e controlado para atender o mercado? Continue a leitura!

Prazo de entrega: analise a fonte

Se você quer que imprevistos na entrega dos insumos se tornem mínimos ou quase nulos, é primordial analisar os fornecedores de matéria-prima utilizando critérios.

Buscar por outros clientes que já negociaram com estes que você está examinando é uma das formas mais eficazes de saber a credibilidade e o real trabalho feito por eles.

Questionar se esses fornecedores de matéria-prima contam com insumos sempre disponíveis é um dos pontos importantes nesta verificação. É interessante que você pesquise também na internet e procure por reclamações ou notas ruins em sites. Isso permite uma base a respeito da atuação deles no mercado.

Estabeleça uma relação de confiança com fornecedores de matéria-prima

Contar com fornecedores parceiros e confiáveis nas negociações internacionais pode ser a chave para ter insumos de qualidade e sempre disponíveis para atender a demanda do seu negócio. Ter uma lista deles é indispensável para não atrasar toda a cadeia de produção e entrega do seu produto ao cliente.

Mesmo que um fornecedor já tenha durante muito tempo trabalhado de forma confiável junto ao seu negócio, ele também está passível de erro. Neste sentido, é importante saber que você pode contar com outras opções, também de confiança, para suprir as demandas de produção da sua empresa.

Estabelecer relações de confiança com seus fornecedores de matéria-prima vai lhe garantir uma maior segurança quanto ao abastecimento de insumos e atendimento aos seus clientes.

Comunicação interna precisa ser eficaz

comunicação interna precisa ser eficaz

Setores de logística, compras e vendas do seu negócio, por exemplo, precisam estar conectados. Como mencionamos acima, contar com fornecedores de insumos confiáveis, é um dos pontos relevantes para que a matéria-prima esteja disponível e possa ser entregue dentro do prazo.

Contudo, tão essencial quanto isso, é o pedido destes materiais ser feito com certa antecedência, com base em um controle assertivo do estoque. E ainda, para que a análise do estoque seja real, com volumes específicos, é indispensável que o seu setor de compras mantenha os números das vendas sempre atualizados.

Percebeu que tudo está conectado? Não só estes departamentos, mas todos que irão interferir direta ou indiretamente na entrega do produto ao consumidor final, precisam estar interligados e compartilhando informações da transação internacional em tempo real.

Monitorar entrega da matéria-prima em tempo real

E já que estamos falando de dados serem compartilhados em tempo real, o monitoramento da entrega dos materiais também deve ser.

Isso porque, o acompanhamento contínuo dos suprimentos irá permitir analisar todo o deslocamento, bem como, irá colaborar para uma maior agilidade na resolução de imprevistos com a carga.

Ao ter este controle, a ação para resolver embaraços será mais ágil, o que poderá evitar que o problema se torne ainda maior, por exemplo. A empresa que realiza o transporte da sua matéria-prima oferece esse serviço de monitoramento?

Terceirizar a logística

Terceirizar a logística

No início do conteúdo falamos a respeito do quanto o prazo de entrega é um fator que pesa positivamente ou negativamente na opinião do cliente em relação ao seu negócio. Da mesma forma que ele impacta em toda a sua cadeia produtiva se a matéria-prima também não chega dentro do tempo estabelecido, certo?

Do início ao fim deste processo, a terceirização logística pode proporcionar uma gestão mais otimizada, segura e de qualidade para todas as questões que envolvem o transporte internacional de materiais. Principalmente no gerenciamento do transporte junto aos fornecedores de matéria-prima.

Mas, o que muda entre você realizar toda a administração internamente ou contratar um agente de carga como a DC Logistics Brasil, por exemplo? Se você optar por gerenciar sozinho, além de precisar administrar outras atividades que cabem a sua função, essas etapas irão exigir muito tempo, comprometendo sua capacidade de atuação nas demais atividades.

Ao contar com um agente de carga, você estará operacionalizando a logística da empresa com um profissional capacitado, que utiliza tecnologia para oferecer maior assertividade nas etapas. E ainda, que conta com parceiros de confiança para realizar a armazenagem e transporte, tanto da matéria-prima quanto do produto em toda esta operação internacional.

Se o fornecedor de matéria-prima a ter em estoque, com o auxílio do agente de carga o transporte será dentro do prazo, com total monitoramento e qualidade.

E então?

Você viu que falamos sobre alguns aspectos que contribuem para que a entrega de matéria-prima seja realizada dentro do prazo ao seu negócio. Analisar e estabelecer uma relação de confiança com os fornecedores de matéria-prima são pontos importantes.

E ainda, efetuar uma comunicação interna eficaz, monitorar o deslocamento da mercadoria e contar com o auxílio de um agente de carga são outros itens essenciais.

Como já mencionamos no conteúdo, ser assertivo quanto a entrega do produto ao cliente, é um dos pontos primordiais para que você consiga fidelizá-lo.

Contar com um agente de carga que tenha acessos seguros e assertivos no mercado internacional e que facilite uma cadeia de entrega ativa, irá proporcionar maior agilidade na sua produção e atendimento da demanda do mercado!

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Entre em contato conosco! Se precisar, solicite um orçamento sem compromisso e saiba como podemos tornar a logística da sua matéria-prima e produto mais otimizada e ágil!

Cotação de exportação