Posts

Saiba o que é o planejamento logístico e como fazê-lo no seu negócio!

Para desenvolver um bom planejamento logístico, o diretor ou gestor que atua na área precisa estar bem familiarizado com o que esse conceito representa, bem como, quais são suas etapas mais importantes.

Considerada uma das atividades mais importantes dentre todos os processos internos das empresas, a logística exige máxima clareza e engajamento entre todos os agentes envolvidos em seu planejamento e realização. 

Descubra, a seguir, o que caracteriza o planejamento logístico, qual a sua verdadeira importância para as organizações e quais os principais pontos para aplicá-lo de maneira eficiente no seu negócio!

O que é planejamento logístico?

O planejamento logístico refere-se ao preparo de tudo que envolve os processos de transporte e armazenamento dos produtos de uma empresa, incluindo meios de execução e suas possíveis variáveis.

Em relação a essas possíveis variáveis, é justamente o planejamento que definirá quais serão as técnicas, práticas, tecnologias, indicadores e meios de monitoramento que possibilitarão o seu controle e, consequentemente, a otimização das atividades.

O ato de planejar se refere à previsão dos detalhes de determinada atividade, para que seja possível antecipar a resolução de qualquer eventual desafio ou intempérie que possam vir a lhe prejudicar.

Quando nos referimos ao planejamento logístico, portanto, é papel dos diretores ou gestores manter o ambiente de trabalho sempre muito bem preparado, garantindo a fluidez dos processos e os melhores resultados possíveis para cada atividade.

Em poucas palavras, ao planejar os processos logísticos de maneira eficiente, as empresas atuam em prol de sua produtividade, otimizando suas operações e, consequentemente, os seus recursos, sejam eles materiais ou humanos.

Qual a sua importância?

Como mencionamos logo no início do artigo, a logística é considerada uma das áreas mais importantes pela grande maioria das empresas.

Por tratar de processos complexos, que envolvem uma ampla cadeia de gerenciamento e de operações, garantir o pleno alinhamento da logística muitas vezes pode ser desafiador.

É justamente esse fator que torna o planejamento logístico tão relevante, uma vez que é ele que permite traçar os objetivos, adaptar eventuais variáveis, prever e reunir recursos necessários, bem como, avaliar os resultados obtidos nesse importante setor.

Ao gerenciar sua logística de maneira efetiva, os negócios podem literalmente tornar o armazenamento, a distribuição e o transporte dos insumos e produtos um diferencial competitivo, já que a agilidade e a tranquilidade geradas impactam diretamente seus clientes.

Quando falamos sobre o impacto gerado em públicos de interesse, não são inclusos só os clientes finais, mas também fornecedores e parceiros, que podem desfrutar dos resultados diretos agregados na otimização, rentabilidade e velocidade da logística.

Para que isso seja realmente possível, porém, é preciso ter atenção a algumas etapas fundamentais de ação, organização e planejamento, que desempenham uma importante influência no dia a dia das operações de qualquer negócio.

Confira, no próximo item, quais são os passos mais relevantes que devem ser seguidos para um planejamento logístico realmente eficiente!

Quais as etapas mais importantes para que ele seja eficiente?

Quais as etapas mais importantes para que ele seja eficiente?

Por mais que cada empresa tenha as suas próprias características e peculiaridades, existem algumas etapas e cuidados gerais em relação ao planejamento logístico que geram resultados em qualquer perfil de negócio!

Mesmo que a sua empresa demande os mesmo cuidados que os mencionados no artigo, é importante conhecer o passo a passo de um bom plano de logística, de modo a garantir uma visão completa de quais são as suas finalidades mais importantes.

Confira quais são essas questões e seus principais detalhes a seguir:

Seja minucioso no controle do seu estoque

O primeiro ponto que deve ser observado para que a logística funcione bem é garantir que o controle das entradas e saídas de mercadorias no estoque seja minucioso.

Por meio de registros precisos de cada item que passou pelo estoque e seu histórico, é possível prever as demandas e sua sazonalidade, otimizando o balanceamento dos itens e os seus processos de reposição.

Mantenha parceiros estratégicos e de confiança

A manutenção de parcerias estratégicas é fundamental para o funcionamento de qualquer negócio em seu ciclo produtivo.

Nesse cenário, os fornecedores ocupam um papel central, sejam eles de insumos, matérias-primas ou mesmo de serviços, como os de manutenção.

Eventuais problemas junto de parceiros que desempenham uma influência tão direta em suas operações podem desencadear sérios problemas na logística, principalmente em relação a atrasos.

Com isso em mente, procure sempre manter parceiros sérios e de extrema confiança, tendo máxima cautela na escolha de novos fornecedores.

Alguns dos pontos que devem ser observados nesse sentido são o custo-benefício dos itens com que determinado fornecedor trabalha, a distância física do seu negócio, seu histórico com outras empresas e comprometimento com seu negócio.

Garanta o monitoramento de todo o transporte

No planejamento logístico, dois pontos são muito importantes e precisam ser constantemente monitorados: o armazenamento e o transporte dos produtos.

Como o armazenamento geralmente é feito no ambiente interno das empresas, garantir a integridade e o manuseio adequado dos itens é mais fácil, já que o monitoramento pode ser feito pela própria equipe.

Em relação aos transportes, porém, esse desafio pode ser maior, já que muitas vezes os negócios dependem de agentes de carga terceirizados para levar os itens de um ponto até o outro.

Caso a sua empresa conte com meios próprios de transporte, certifique-se de que eles são adequados ao tipo de produto que você transporta e que os responsáveis pelas entregas tenham o devido preparo para lidar com eles.

Em relação aos operadores logísticos, vale a mesma lógica adotada para os fornecedores: é preciso confirmar que a empresa tenha um bom histórico e tome todos os cuidados necessários para lidar com todos os itens com máxima segurança e eficiência.

Utilize a tecnologia ao seu favor

Por meio da tecnologia, operações podem ser automatizadas, a comunicação entre setores pode ser integrada e a segurança das informações coletadas pode ser aumentada.

Atualmente, existe uma infinita gama de softwares de gestão especialmente desenvolvidos para sanar os principais desafios das operações internas das empresas, com módulos próprios para as peculiaridades da logística.

Ao investir em boas soluções tecnológicas, você reduz os custos das atividades, aumenta a produtividade dos profissionais, ganha novos insights para o planejamento logístico e garante um poderoso aliado para que ele seja elaborado da forma correta.

Não ignore os indicadores de desempenho

Por fim, não deixe de avaliar os resultados do planejamento logístico implementado, isso com o intuito de promover eventuais correções ou melhorias que o tornem ainda mais assertivo!

Existem diversas maneiras de obter bons indicadores de qualidade capazes de demonstrar como está o desempenho das suas operações logísticas.

Através dos sistemas de gestão mencionados no item anterior, esses dados podem ser obtidos de maneira automática, fornecendo uma base de apoio para a tomada de decisões por meio das informações cadastradas diariamente.

Caso a sua empresa não conte com essa tecnologia, uma boa maneira de avaliar resultados é através da criação de KPIs, que correspondem aos dados que os gestores julgam mais importantes para avaliar o bom andamento das atividades.

Sua definição é muito simples: basta estabelecer qual atividade é indispensável para avaliar o desempenho da logística e medir os seus resultados periodicamente.

Ela pode estar relacionada ao tempo das movimentações, à fidelidade dos registros, ao número de itens transportados em certo período, ao cumprimento de metas pela equipe, entre outros pontos importantes.

Você já conta com um planejamento logístico no seu negócio? Se ficou com alguma dúvida sobre o assunto, clique abaixo e entre em contato conosco!

Tire suas dúvidas

5 dicas para aumentar a produtividade nas operações logísticas

5 dicas para aumentar sua produtividade nas operações logísticas

Quanto mais uma empresa for eficiente em suas operações logísticas, mais capaz ela será de agregar valor aos seus produtos, aperfeiçoar seus recursos e manter uma boa relação com os seus clientes e fornecedores.

Mesmo os negócios com um bom nível de organização muitas vezes acabam pecando em relação ao controle, rotatividade ou monitoramento logístico.

Para aumentar a produtividade nesse sentido, é preciso superar alguns desafios. Estes que são comuns no dia a dia de boa parte dos negócios. Saiba mais sobre esses empecilhos e confira as 5 melhores dicas para aumentar a sua produtividade nas operações logísticas.

O que normalmente prejudica as operações logísticas?

Seja por falta de recursos, organização ou até mesmo atenção, empresas acabam tendo problemas nas operações logísticas por motivos relativamente simples. Entre os principais deles, é possível destacar:

  • Falta de agilidade nas entregas
  • Demora nos processos administrativos
  • Operadores logísticos despreparados ou inexperientes
  • Inexistência ou precariedade no monitoramento
  • Falta de tecnologias adequadas ao segmento
  • Segurança defasada
  • Infraestrutura precária ou inadequada para as operações logísticas.

Saber identificar essas eventuais condições e corrigi-las é o primeiro passo para garantir que as suas operações logísticas não sofrerão com maiores problemas.

Com todas essas questões em ordem, sua empresa terá mais controle sobre os processos e será capaz de otimizá-los conforme as suas necessidades.

No próximo item, descubra as melhores formas de aumentar a produtividade das suas operações logísticas.

Quais os principais meios de aumentar a sua produtividade?

Aumentar a produtividade das operações logísticas da sua empresa pode ser mais simples do que você imagina. Basta seguir alguns requisitos básicos e ter disciplina quanto às prioridades da sua organização!

1 Conheça todos os detalhes sobre seus clientes, fornecedores e produtos

Para que as suas operações logísticas possam ter um grau de produtividade mais alto, é imprescindível conhecer as mínimas peculiaridades sobre toda a sua cadeia de fornecimento.

Você precisa considerar algumas questões básicas sobre o seu negócio para determinar como a sua organização deve se adaptar às principais exigências dos fornecedores, clientes e dos próprios produtos:

  • Quais são os itens com maior demanda e quais são aqueles que geralmente ficam mais parados?
  • Existem movimentações urgentes, como de produtos perecíveis?
  • A infraestrutura exige cuidados especiais, como controle de umidade e temperatura?
  • Os pedidos dos clientes e sua distribuição são afetados por aspectos sazonais?
  • A periodicidade das entregas feitas pelos fornecedores corresponde às saídas de produtos?
  • Qual o tempo médio em que cada item fica armazenado?
  • Há equilíbrio entre os recebimentos e as entregas?

Com todas essas questões em mente a organização das operações logísticas será muito mais clara e eficiente, garantindo um planejamento mais assertivo e realista.

2 Remova estoques parados ou obsoletos

Remova estoque parado

Depois de ponderar todos os detalhes sobre a sua organização e garantir o equilíbrio perfeito entre as entradas e saídas de suas operações logísticas, é preciso ficar atento sobre o melhor uso possível do espaço disponível.

É comum que as empresas sofram com estoques parados, estes que acabam ocupando espaço nos armazéns por falta de vendas ou desequilíbrio no planejamento das compras.

O pior é quando os itens parados acabam se tornando obsoletos, fazendo com que o espaço ocupado e o produto em questão nunca sejam convertidos em lucro para o negócio.

A melhor opção é determinar um prazo mínimo para que certo volume de itens tenha giro. Feito isso, é importante encontrar meios mais eficientes para que eles voltem ao mercado, seja por meio de promoções, sorteios ou outras ofertas especiais.

Caso a defasagem seja elevada e mesmo esse tipo de conversão não seja possível, o melhor a se fazer para evitar maiores prejuízos é encaminhar os produtos para doação, reciclagem ou descarte adequado.

3 Monitore o seu desempenho

Muitos negócios acreditam que basta um bom inventário para se ter um controle eficiente das operações logísticas. Entretanto, para detectar possíveis falhas, processos passíveis de melhorias e aumentar a produtividade, é imprescindível medir o desempenho das atividades.

Você e sua equipe precisam determinar os principais indicadores sobre aquilo que é realizado em sua cadeia logística e garantir uma visão completa de seu ambiente interno e externo.

4 Adote um software de gestão

Para que um bom monitoramento seja possível é preciso utilizar a tecnologia em prol das operações logísticas.

Em um mercado cada vez mais complexo, contar com informações precisas, intuitivas e em tempo real é indispensável para aumentar a produtividade!

Com bons softwares de gestão, os gerentes de logística podem realizar as suas atividades com mais agilidade. E ainda, ter um controle completo sobre a realidade e as demandas da empresa.

5 Contrate um bom operador logístico

Contrate um bom agente de carga

Todas as dicas abordadas são indispensáveis para qualquer empresa, não importa qual seja o porte ou modelo de organização.

Isso quer dizer que todos os gestores devem compreender precisamente cada uma dessas questões. Isso não só para executá-las por meio de seu time interno, mas também para exigi-las de operadores logísticos contratados.

Profissionais especializados na área podem ser a melhor escolha não só para os grandes negócios, mas também para os pequenos e médios. Isso uma vez que agregam muito mais conhecimento, experiência e foco à alguns processos das operações.

Parceiros com soluções eficientes e adequadas às suas necessidades podem garantir mais produtividade e economizar recursos.

No item seguinte, descubra tudo o que é preciso levar em consideração na hora de contratar o operador logístico ideal.

Como optar por um bom operador logístico?

Garantir o melhor padrão de produtividade nas suas operações logísticas é também optar pelos parceiros certos na área. Entre os principais requisitos você deve procurar em um operador, priorize aqueles que:

  • Contemplem diversos modais de transporte
  • Atuem com tecnologias adequadas ao segmento
  • Atendam às novas exigências de armazenagem e cumprimento da cadeia de transporte
  • Tenham foco na melhoria contínua
  • Garantam a segurança das operações, por meio de soluções como seguro e rastreamento de carga
  • Tenham boas referências no mercado e já tenham atuado em grandes operações logísticas
  • Se adaptem às necessidades do seu negócio
  • Atendam às principais normas de qualidade do setor
  • Invistam na capacitação e no treinamento de seus colaboradores
  • Sejam reconhecidos por meio de prêmios nacionais e internacionais.

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Entre em contato conosco! Se você quer descobrir como as soluções da DC Logistics Brasil podem contribuir para aumentar a produtividade nas suas operações logísticas, clique abaixo e tire suas dúvidas!

Tire suas dúvidas

 

Entenda por que o serviço de rastreamento de carga é fundamental

Entenda por que o serviço de rastreamento de carga é fundamental

Seja no transporte aéreo, marítimo ou rodoviário, o rastreamento de carga é um serviço essencial se você quer acompanhar a logística da sua mercadoria mais de perto.

Nesse sentido, iremos falar sobre o que é o rastreamento de carga, qual sua importância, seus benefícios, alguns tipos que existem e também apresentaremos algumas informações sobre o nosso sistema de rastreamento Tracking e Tracing.

Continue a leitura e descubra mais sobre esse serviço. Ele é importante se você deseja ter uma operação logística com mais controle da origem ao destino da carga!

O que é o rastreamento de carga?

O rastreamento de carga tem por intuito permitir o monitoramento do transporte da sua mercadoria. Isso de tal forma que você tenha acesso a informações como previsão de chegada e outros detalhes desta etapa.

Qual a importância dele?

Uma gestão eficiente trabalha para o bom funcionamento do negócio, mas também é fundamental que tenha controle quanto ao transporte das cargas.

Mesmo que o agente de carga atue como intermediador entre você e a empresa de transporte, cabe a você e ao setor logístico serem mais assertivos nos processos.

Ao poder acompanhar a carga através do rastreamento, você tem acesso a informações da logística com facilidade.

Benefícios ao utilizar este serviço

Benefícios do rastreamento de carga

  • Fornece base concreta de informações sobre a logística para tomada de decisão futura
  • Maior controle das operações que estão sendo realizadas
  • Possibilita a identificação em qual parte do trajeto houve extravio da mercadoria (quando houver)
  • Redução entre o tempo necessário para a identificação do problema e a ação para resolvê-lo.

Alguns tipos de rastreamento de carga que existem

Hoje já existem algumas tecnologias e mecanismos que permitem efetuar um rastreamento da carga. Nesse sentido, iremos apresentar algumas soluções.

Radiofrequência – RFID (Radio-Frequency Identification)

Basicamente ela acontece através de uma identificação enviada por radiofrequência, ou seja, sinais de rádio. Essa tecnologia possibilita que o operador logístico e você possam acompanhar a movimentação da mercadoria até mesmo em locais fechados como túneis e subsolos.

Este tipo de rastreamento permite que essa ação seja em tempo real e não fica sujeito a inibidores de sinais.

Além disso, para colocar em prática este rastreio são utilizadas etiquetas com um chip nos produtos. Dessa forma elas podem receber e emitir (dependendo do nível da tecnologia usada) sinais para a base utilizando como canal a radiofrequência.

Telemetria

Além de rastrear a carga, esse sistema de monitoramento possibilita que você tenha acesso a informações relevantes como frenagens bruscas e pontos de inatividade do veículo.

Esse acompanhamento pode ser feito por rádio ou satélite.

GPS

Ele é feito via satélite e permite que se tenha acesso a informações como a velocidade do veículo, bem como, a jornada de trabalho do motorista, por exemplo.

Para que ele aconteça é necessário instalar um receptor no veículo que irá receber os sinais e decodificar a localização.

Sistema Tracking & Tracing DC Logistics Brasil

Como você já deve ter lido em outros conteúdos aqui, nós nos preocupamos constantemente em oferecer um serviço seguro e de qualidade do início ao fim da operação.

A opção de rastreamento de carga vem como uma ferramenta para garantir maior eficiência na logística da sua mercadoria. E claro, atuar como um canal de transparência de todos os caminhos que sua carga passa até chegar no destino.

Nesse sentido, contamos com um sistema chamado Tracking &Tracing de rastreamento de carga que pode ser acessado pelo site DC Logistics Brasil ou pelo aplicativo no celular – gratuito e pode ser feito o download pela internet.

Ele consiste em um serviço de acompanhamento onde é possível visualizar o follow-up da carga e todas as informações sobre transporte e entrega. Dentro dele também se pode efetuar requisição de cotações para frete marítimo, aéreo, rodoviário, seguros e carga de projeto, dentre outros.

E então?

Rastreamento de carga

Você viu que falamos sobre o que é o rastreamento de carga, sua importância e vantagens de contratá-lo. E ainda, apresentamos alguns tipos que existem e falamos sobre o nosso sistema de monitoramento Tracking & Tracing.

Ao desempenhar um papel importante dentro do setor logístico do seu negócio, é indispensável que você efetue uma gestão alinhada.

Isso quer dizer que você precisa se preocupar em avaliar e contratar um agente de carga que ofereça qualidade e segurança durante todo o transporte e que disponibilize um sistema que permita que você tenha acesso aos dados do deslocamento da mercadoria.

Com o rastreamento você pode agir com mais rapidez caso perceba que a carga está muitos dias no mesmo lugar, por exemplo. E ainda, ele fornece uma base de informações para que você acompanhe as operações.

Quanto mais dados obtiver ao longo do tempo através do rastreamento, mais prático se torna chegar em opções logísticas rentáveis para você.

Se você quer saber mais sobre o nosso sistema Tracking & Tracing ou tem interesse em fazer uma cotação deste serviço, clique abaixo e entre em contato conosco!

Cotação